Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (775 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 379803
A MENTE BRANCA (The White Mind)
A MENTE BRANCA (The White Mind)

A MENTE BRANCA

The White Mind

 

 "Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei." - Lucas 12.15 (ACF)

 

Com sua doutrina antibíblica de que os pecados “ainda não foram apagados” [ou seja, totalmente perdoados em Cristo para salvação], mas sim “apenas cancelados” [isto é, DEUS apenas os anula de forma condicional], os adventistas conseguem manter aprisionados num ciclo de erros doutrinários seus sinceros adeptos. 


A afirmação de que os pecados "ainda não foram apagados" mostra que o cerne da doutrina da Sra Ellen G. White é a de que cabe ao convertido sabatista manter-se salvo por esforço próprio através da guarda da lei mosaica, principalmente as leis dietéticas e a guarda do sábado hebdomadário judaico. Quem conseguir manter-se fiel passará com aprovação pelo "juízo investigativo". O sábado passa a ser de tal forma idolatrado que se torna maior e mais importante que a Graça de Cristo, pois a ela não poderá manter salvo aquele que se nega à obediência da lei mosaica, conforme interpretam os sabatistas.


Mas, se você deseja ver mais de perto o orgulho dos Whiteanos sabatistas basta mencionar passagens bíblicas que falam de um inferno literal e de um sofrimento eterno (por exemplo Lucas 16). É certo que logo os verá agitarem-se ao ponto de assumirem uma postura sarcástica, maldosa e prepotente diante da Palavra de DEUS. Eles irão agir exatamente como os carismáticos, que fogem exasperadamente da investigação racional e criteriosa das Escrituras passando a regurgitarem certa irracionalidade febril e emotiva, causada pela lavagem cerebral a qual foram submetidos (Tiago 3.15).


Quando DEUS salvou a mim e esposa convertendo-nos a Cristo, deparamo-nos com a necessidade de enfrentarmos esta terrível lavagem cerebral a que fomos submetidos anos à fio, no que diz respeito da doutrina sabatista que nega a existência de um inferno literal. Este foi assunto de muitas orações diante de DEUS, criteriosa investigação bíblica e muita paciência dos amorosos irmãos que ajudaram a desatar certos nós que ainda nos prendiam, mesmo depois de convertidos, salvos e ressuscitados espiritualmente em Cristo (ver João 11.44).


E, embora a Bíblia tenha excedente número de passagens que confirmam a existência de um inferno literal e de um tormento eterno, as doutrinas do Aniquilacionismo e do Sono da Alma são duas heresias que precisam ser arrancadas totalmente pela raiz. A dificuldade não ocorre por ausência de evidências bíblicas, mas tão somente em razão da seita aplicar aos seus membros uma mentalidade “branca” pelas suas doutrinas antibíblicas que elas podem se tornar "fantasmas persistentes" após a conversão bíblica. 


Somente o Espírito Santo de DEUS, através de Sua Palavra pode dar os esclarecimentos necessários a fim de serem abandonadas estas heresias. Algo que é impossível sem a conversão a Cristo.


A religião sabatista é uma das obras primas do diabo, entre as muitas outras existentes, que pretende manter perdidos homens e mulheres que buscam sinceramente resposta às suas indagações válidas. Os sabatistas, entretanto, entram em um processo de lavagem cerebral tão terrível que o fim não poderia ser outro senão a vala herética daqueles que retiram Cristo da centralidade da Fé Bíblica e posicionam qualquer outra coisa em seu lugar de direito.


O emaranhado de doutrinas sabatistas anticristãs não é apenas espiritualmente herético, ele é também pernicioso emocionalmente. Há multidões de adeptos do sabatismo que sofrem desgastes emocionais extremos por não terem certeza da salvação. Eles são ensinados a repetirem um tipo de mantra, levando-os a acreditar que devem permanecer firmes na seita por estarem “na igreja remanescente que passará pela tribulação por se recusarem a obedecer o decreto dominical, pois o domingo é a marca da besta e somente assim serão aprovados no juízo investigativo, pois fora desta igreja sabatista não haverá salvação".  


Dessa forma, o diabo toma pela mão pecadores mortos em delitos e pecados (Ef 2.1) e os submete a um engano pernicioso que, se não os destruir emocionalmente antes da morte física, os manterá cativos até que adentrem ao inferno o qual negam existir. 


Somente DEUS pode realizar o milagre de abrir os olhos e mentes tão condicionadas ao erro. Quanto a nós, salvos e crentes nas Sagradas Escrituras, cabe-nos a pregação vigorosa do Evangelho Bíblico e a oração amorosa e constante pela salvação de alguns dentre eles.


DEUS salvou a mim e à minha esposa desta terrível seita. Por certo salvará outras almas perdidas em meio à lavagem realizada pelos sabatistas. Preguemos, portanto, o Evangelho Bíblico!

 

 

Qual a Fonte da Confusão Doutrinária dos Sabatistas?

 

 

“Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas. Contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.” – I Coríntios 6.3-5 (ACF)

 

“Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs. Ao homem herege, depois de uma e outra admoestaçao, evita-o, Sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado.” Tito 3.9-11 (ACF)

 

 

Doutrina do Santuário é o cerne e a fonte de todas as heresias sabatista subsequentes. Esta heresia antibíblica afirma que o Senhor Jesus Cristo não consumou a obra da redenção no calvário, isto é, que tudo que tinha de ser feito foi realizado na cruz pelo derramamento do sangue do Salvador.

 

Os sabatistas creem que os pecados dos que se converteram à seita foram provisoriamente transferidos para o santuário celestial e que este precisa ser limpo. Então segundo os sabatistas, no fim deste suposto “juízo investigativo” caberá a Satanás realizar a expiação final, levando sobre si os pecados dos que forem redimidos.

 

Vejamos algumas frases da Sra White:


 

“Quando Cristo, pelo mérito de Seu próprio sangue, remover do santuário celestial os pecados de Seu povo, ao encerrar-se o Seu ministério, Ele os colocará sobre Satanás, que, na execução do juízo, deverá arrostar a pens final.” – Ellen White, O Grande Conflito. P 261 – versão on-line formato pdf.


 

“Como o sacerdote, ao remover do santuário os pecados, confessava-os sobre a cabeça do bode emissário,semelhantemente Cristo porá todos esses pecados sobre Satanás, o originador a instigador do pecado.” – Ellen White, O Grande Conflito. P 302        – versão on-line formato pdf.


 

“Semelhantemente, ao completar-se a obra de expiação no santuário celestial, na presença de Deus a dos anjos do Céu a do exército dos remidos, serão então postos sobre Satanás os pecados, do povo de Deus; declarar-se-á ser ele o culpado de todo o mal que os fez cometer. E assim como o bode emissário era enviado para uma terra não habitada, Satanás será banido para a Terra desolada, que se encontrará como um deserto despovoado e horrendo.” - – Ellen White, O Grande Conflito. P 407 – versão on-line formato pdf.


 

Isto contradiz as Escrituras que afirmam que ninguém senão o Senhor Jesus Cristo expiou o pecado do Povo de DEUS, que viriam a crer em n’Ele, recebendo-O como único e Suficiente Salvador.


 

Não existe nenhum lugar na Palavra de DEUS que afirme que os pecados que recaíram sobre Cristo foram transferidos para um “santuário celestial” e nem muito menos que Satanás será redentor final.


 

Esta é, sem dúvida alguma, uma doutrina de Demônios.

 


“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.” – Isaías 53.4 (ACF)


 

“Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças.” – Mateus 8.7 (ACF)


 

“Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça,” – Efésios 1.7 (ACF)


 

“Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;” – Colossenses 1.6 (ACF)


 

“Ora, onde há remissão destes, não há mais oblação pelo pecado.” – Hebreus 8.10 (ACF)


 

“E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.” – João 19.30 (ACF)


 

A relação que os sabatistas fazem entre o bode emissário e satanás é, portanto, um dos fundamentos podres das suas doutrinas perniciosas e destrutivas usadas pelo diabo para lançar na mente de pessoas perdidas a fé na salvação pelas obras. Oremos por estas pessoas que carecem tanto de confiarem unicamente em Cristo, como Salvador e Senhor de suas vidas.

 

 

 

Setembro, 2013. Rev 00.

topo