Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (703 votos)




ONLINE
2




Partilhe este Site...



Total de visitas: 346562
A sabedoria do homem ou a Palavra de DEUS?
A sabedoria do homem ou a Palavra de DEUS?

A SABEDORIA DO HOMEM

OU SIMPLESMENTE A PALAVRA DE DEUS?

 

“E tu lhe falarás, e porás as palavras na sua boca; e eu serei com a tua boca, e com a dele, ensinando-vos o que haveis de fazer.” – Êxodo 4.15

 

“Portanto, eis que eu sou contra os profetas, diz o SENHOR, que furtam as minhas palavras, cada um ao seu próximo.” – Jeremias 23.30

 

“Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso.” – Provérbios 30.6

 

 

No Antigo Testamento os profetas comissionados por DEUS, eram instruídos a repetir em perfeição as Palavras de DEUS.  Admira-nos, como exemplo, a vida de Moisés e o termo muito carinhoso usado por DEUS para a consagração do ofício dos profetas de colocar as Palavras em suas bocas. Como um passarinho alimenta os filhotes, assim DEUS punha na boca dos profetas as Palavras que a eles cabiam apenas repetir.

 

Esse compromisso de entregar as Palavras de DEUS tal qual haviam sido ditas sempre foi negado pelos falsos profetas. No interesse de tornar a mensagem mais branda, agradável e conciliadora ou simplesmente com o desejo de serem respeitados e amados pelo povo rebelde às Doutrinas Divinas, os falsos profetas estabeleciam-se como um tipo de amplificadores ou atenuadores da Mensagem, com uma postura que eu costumo designar de “Síndrome do Filtro”.

 

O que eu quero dizer com isso? Que os falsos mensageiros se sentiam capazes de melhorar, adequar, minimizar, tornar mais atraente e acolhedora a mensagem das Sagradas Escrituras. Esse hábito foi um grande problema para Israel, pois é da natureza humana pecaminosa sentir-se mui apto para tal tarefa, mesmo que tal atitude tivesse sido sumariamente proibida por DEUS. Isso era coadunado também por ser característica da natureza humana o hábito de saborear mais a distorção do que a Verdade.

 

Mas, de fato, o problema se originou no Jardim do Éden, quando o próprio Lúcifer “filtrou” as Palavras de DEUS, isto é, as distorceu, as amenizou, as negou, as adulterou e assim conduziu Eva ao engano e, consequentemente, Adão ao pecado.

 

Em momento algum, porém, DEUS ordenou ao homem que construísse “bombas de captação” e “sistemas de dutos” para que a Água da Fonte da Verdade chegasse até os pecadores! Os que assim procedem acumularão a sujeira de suas próprias pecaminosas e deturpadas sabedorias humanas a uma mensagem que já é perfeita por si mesma! DEUS nos ordena que simplesmente levemos pecadores diretamente à Fonte, sem acrescentar, modificar, tentar melhorar, amenizar, adulterar ou tornar mais atrativa a mensagem que de fato já é perfeita. Quem fizer isso sofre da “Síndrome do Filtro”, o que eu posso chamar também de plena arrogância do pecado! Quando este mal se espalhou por sobre Israel, o resultado foi nada mais senão rebeldia, destruição, cativeiro e morte.

 

Meus amados irmãos, comum é nos depararmos ainda hoje, bem como o foi todos os séculos passados, com pessoas que, religiosas ou não, redimidas ou não, sofrem da catastrófica “Síndrome do Filtro”. Crêem ardentemente que são capazes e que lhes cabe tal importante missão de acrescentar sua própria sabedoria à Perfeita e Eterna Mensagem de DEUS. Então suas tarefas, crêem piamente tais pessoas, consiste em sempre buscar melhorar, amenizar, modificar, amaciar e tornar mais atraente a Palavra de DEUS, que tão somente deve ser repetida sem nenhuma modificação.

 

DEUS conclama repetidores e não interpretes. Comissiona Atalaias e não Diplomatas! E estes últimos se multiplicam cada dia nas mensagens diárias de uma sociedade ávida por inclusões e amenizações das Verdades de DEUS. Nos boletins de escola, no superficial e “inocente” bom dia de e-mails trocados nas empresas, nas frases de auto propaganda do “sábios” de plantão e, para desgraça do povo de DEUS, nos púlpitos pragmáticos das igrejas apóstatas.

 

São estes “sábios” que nos dizem: “É isto que a Palavra de DEUS diz para mim!”, enquanto os fiéis se aplicam em dizer “É isto que diz a Palavra de DEUS!”, simplesmente, sem meandros, rodeios ou inserções de sabedoria pessoal!

 

Seus argumentos são variados, mas apontam sempre na mesma direção: “Eu acho assim...”, ou então, “Eu já conheço a Bíblia suficiente...”, ou ainda, “Em minha opinião, a Bíblia diz...”. Na verdade, todas essas afirmações significam que tal pessoa jamais se dobrou diante da Verdade Absoluta da Palavra de DEUS e se esforça por estabelecer seu ponto de vistas e suas próprias verdades relativas.

 

Muitos falsos profetas do Antigo Testamento acreditavam que poderiam, com tais distorções, aproximar um maior número de pessoas de DEUS, quando na verdade serviam apenas em orientá-las na direção contrária. São assim os “filtros” modernos, sempre nos dizendo que “convertem as pessoas aos poucos” ou que “não podem enfiar goela abaixo a dura mensagem do Evangelho” com risco de afastarem a clientela. Criam assim toda uma geração de homens que constrói na areia, tão superficiais quanto suas próprias vidas vazias das Verdades Absolutas de DEUS.

 

E o teste final para eles sempre foi ser colocado frente a frente com as declarações divinas. Quando os servos de DEUS simplesmente lhes mencionavam a Palavra de DEUS, sem acréscimos, sem amenizações ou floreios, tais falsos profetas se abespinhavam em ira, rancor, ódio e violência voraz.

 

Meus amados irmãos, não podem as árvores más dar bons frutos, nem os que rejeitam a riqueza da Palavra de DEUS sentirem-se satisfeitos em serem corrigidos por ela. Assim será a reação de todo aquele que, engodado por seu próprio pecado, afogado em sua própria arrogância, ou mesmo conduzido pelas hostes malignas, pretender ser fonte de sabedoria filtrando a Palavra de DEUS ou Sua Eterna Mensagem a fim de atrair “mais pecadores” à Verdade do Evangelho. Tal pessoa servirá apenas ao mal de seu pobre e engodado espírito morto em delitos e pecados e, na demonstração de sua “sabedoria”, comprovará o versículo que diz:

 

“Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.” – Tiago 3.1

 

Amados, que sejamos condutores das almas dos pecadores perdidos à Fonte de Vida Eterna. Levemo-las à CRISTO e não aos nossos “dutos” corroídos pelo pecado de nossa própria sabedoria, falha e pecaminosa.  Que DEUS nos conceda de Sua Misericórdia e Graça em que jamais cometamos tamanho pecado de atribuir a nós mesmos melhorias à Mensagem do Evangelho. Que nos empenhemos nisso e deixemos os resultados com DEUS, clamando que o homem não tem capacidade alguma de seguir esta jornada eterna senão pela intervenção direta de DEUS.

 

E é esta a característica última dos que distorcem o Evangelho, deixam de lado às más notícias, antes de anunciarem o Evangelho! Esforçam-se em apresentar o homem como totalmente capaz de se aproximar de DEUS ou de progredir neste caminho, santo e estreito, através de seus próprios esforços. Nenhuma palavra sobre seu tenebroso estado de morte espiritual. Nada que faça referência à sua depravação, ao seu mau comportamento derivado de uma natureza caída em Adão. Nenhuma exortação ao arrependimento.

 

Antes das Boas Novas é necessário dizer ao pecador o quão longe de DEUS ele está e, quando mais se esforçar em seus passos, mais distante do Calvário ficará. Está indo na direção oposta! E, a menos que DEUS abra seus olhos para a verdade do Pecado, da Justiça e do Juízo, permanecerá rebelde à Sabedoria Plena, Completa, Eterna e Perfeita de DEUS contida na Sua Palavra. E isso é dom de DEUS, não mérito do esforço humano.

 

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;” – Efésios 2.8-9

 

Conversão é mudança de direção. O homem deve parar de fugir para longe de DEUS e se esconder, como o fez Adão quando DEUS o buscou. Deve então olhar para a Cruz, confessar-se pecador e render-se à oferta de amor de DEUS em CRISTO JESUS, o Senhor.

 

Não existe mensagem mais humilhante para a orgulhosa alma humana perdida do que lhe dizer que nada poderá fazer por si mesma e que deve desistir de se salvar e clamar para que alguém a salve. E este Salvador subsiste única e exclusivamente na pessoa do Senhor Jesus CRISTO, o Filho de DEUS! Proclamemos esta mensagem, quer os homens a rejeitem ou não. Deixemos os resultados com DEUS.


DEUS nos abençoe e nos faça humildes atalaias de Suas Eternas e maravilhosas Verdades. É meu desejo e oração. Amém.!

 

 

Pr Miguel Ângelo L Maciel

topo