Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (736 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 362925
A Soberania de CRISTO
A Soberania de CRISTO

DISTINTIVOS BATISTAS FUNDAMENTALISTAS

 

 

CRISTOLOGIA – 2.º DISTINTIVO: A Soberania de CRISTO

  

 

Conceito Teológico

 

Jesus Cristo, segunda pessoas da Trindade Divina, o eterno Filho de DEUS, criou todas as coisas com o Pai; por decreto de DEUS encarnou-se, nascendo da virgem Maria, por obra e graça do Espírito Santo, passando a ter duas naturezas e uma única vontade, sendo em Pessoa, verdadeiro DEUS e vero homem. Sua missão neste mundo, segundo a vontade do Pai, foi de consumar a redenção dos homens através do Seu santo sacrifício, após que ressuscitou e ascendeu aos céus sendo exaltado à destra de DEUS. Em Sua exaltação foi feito “cabeça do corpo, da igreja” (Ef 5.23; Col. 1.18), sendo que os salvos Lhe devem a mais absoluta obediência. Para as igrejas locais não há cabeça humano estabelecido por Cristo. Em Seu lugar, Ele mesmo deixou o Espírito Santo como o Consolador e Guia. Em ocasião iminente, Ele voltará, primeiro para arrebatar todos os salvos da atual dispensação e depois para julgar as nações instaurar o Seu Reino Milenar.

 

 

Textos-Chaves

 

. Salmos 110.1; Isaías 7.14; Mateus 28.20; João 1.3, 14.16-17; Atos 1.11, 4.12; Gálatas 4.4-5; Ef 5.23; Col. 1.18; Romanos 8.1-3; I Coríntios 15.24-28; Filipenses 2.1-11; I Timóteo 2.4-5; Hebreus 4.14-16; I Pedro 2.21-25.

 

 

História

 

 

. O Senhor Jesus Cristo tem sido a personalidade mais controversa da história. Muitos têm negado sua existência humana [ocetismo, gnosticismo, modalismo] ou sua natureza divina [monarquismo, ebionismo, arianismo] e outros ainda separam o Jesus histórico do Cristo da pregação [iberais, neo-ortodoxos].

 

. Entretanto, na história, jamais uma pessoa influenciou tanto os homens quanto Jesus. Certe vez Napoleão, olhando para o oceano, exclamou: “Venceste, Galileu”. Jesus não dominara um continente pela guerra como ele, mas enquanto preso na ilha de Elba, percebeu que Jesus continuava a dominar cada vez mais os corações dos homens em toda a parte, mesmo depois de 2000 anos

 

Divergência Denominacional / Herética

 

. Dos Russelitas (Testemunhas de Jeová – TJ), atuais defensores do antigo arianismo, negam a divindade de Jesus.

 

 

. Dos liberais, judeus, islâmicos, que são os atuais monarquistas, negando a divindade de CRISTO.

 

 

. Dos Adventistas que são os ebionitas judaizantes modernos, como os TJ’s, afirmam que Jesus era simplesmente o Arcanjo Miguel, retirando-Lhe a preexistência eterna.

 

 

. Dos Mórmons, e Islâmicos – Jesus é um profeta ultrapassado cuja mensagem é obsoleta.

 

 

. Do Catolicismo Romano, que afirma que Jesus é um mediador de 2.ª Categoria, abaixo de Maria, sem carisma e ocupado intensamente em julgar pessoas com severidade e ódio. É sempre mostrado ou como “senhor morto” [permanecendo continuamente apodrecendo na cruz, ou no túmulo carregado das procissões], ou como uma bebê no colo de sua mãe [dependente e inválido], não tendo vitalidade para salvar a vida de qualquer pecador, ou ainda apresentando-O como um juiz vingativo, só ocupado em condenar os pecadores.

 

 

 . Do sistema da sucessão apostólica da Igreja Romana, identificada claramente em Apocalipse como sendo a “mulher montada na besta” (Apoc. 17.1-18) que há de ceder autoridade religiosa ao Anticristo (Apoc. 13.11-14). O Papa não pode tomar o lugar de Jesus ou do Espírito Santo. Além disso, seu ofício representa apostasia e blasfêmia (Mat. 23.9, 24.24).

topo