Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (733 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 362385
Adventismo: A casa na areia!
Adventismo: A casa na areia!

  

CONSTRUINDO A CASA NA AREIA!

Razões que demonstram que a igreja adventista do sétimo dia

 foi construída em bases antibíblicas!

 

 


E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre,

compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; - Mateus 7.26

 

 

 

 

 

0. Introdução

 

 

É inegável que a Bíblia nos ensina que nem todos aqueles, ou aquelas, que se diziam profetas de DEUS no período em que as Sagradas Escrituras estavam sendo redigidas sob Inspiração de DEUS, eram na verdade profetas verdadeiros, de fato e de direito.

 

Nos tempos apostólicos, manifestações e reivindicações semelhantes ocorreram. E isso na presença em vida daqueles a quem DEUS outorgou autoridade para o ensino e o relato das revelações de DEUS, os próprios apóstolos de CRISTO.

 

Imagine então nos últimos dias? Tais reivindicações continuam surgindo! O pentecostalismo moderno, surgido no Século XIX, trouxe à tona centenas de “profetas” e “profetisas”. A Palavra de DEUS nos alerta que eles surgiriam. E também é enfática em afirmar que muitos, não poucos, mas muitos seguiriam suas falsas profecias.

 

Quando alguém se diz convertido, isso falo por experiência de salvação em CRISTO, brota-lhe ao peito sede incontrolável pelo ensino Bíblico translúcido e transparente.

 

Disso falou-nos o Senhor Jesus Cristo quando falou às multidões:

 

E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé,

e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba. – João 7.37

 

O salmista esfuziou radiante declaração quando proclamou:

 

O Deus, tu és o meu Deus, de madrugada te buscarei;

a minha alma tem sede de ti; a minha carne te deseja muito

 em uma terra seca e cansada, onde não há água; - Salmos 63.1

 

 

Ora, os ímpios, os incrédulos da Palavra de DEUS, religiosos ou não, rejeitam a busca sincera, correta e cuidadosa dos ensinos bíblicos. Preferem jogá-la às favas e lhes apetece melhor as novidades proféticas dos que se apresentam para o cargo, mesmo sem qualificações. Ouvem ao alardear dos “profetas modernos” e se afirmam sinceros defensores da Palavra de DEUS, sem conhecê-la! Apenas do ouvir falar, apenas do atinar-se com o que dizem os terceiros, crédulos que estão no caminho da salvação própria, que detém todas as chaves repassadas pelo seu líder. Não buscam, não lêem, não pesquisam. Tão logo se apresente a questão logo se enfadam e deixam que seus preconceitos lhes ufane coração e alma, com uma certeza vil e corrupta que não suporta a correção da Palavra de DEUS.

 

Quando o Senhor Jesus Cristo confrontou a religiosidade de Nicodemus, um homem de íntimo relacionamento com a Lei Mosaica lançou lhe em rosto que somente poderia ver o reino de DEUS se fosse convertido pelo Espírito Santo de DEUS, nascido novamente.

 

Sua religiosidade e a guarda de preceitos mosaicos nada lhe adiantariam diante da necessidade de salvação pela Graça. Obras não o poderiam salvar!

 

Em sua condição natural o homem não pode decidir-se pela salvação, porquanto já está condenado por rejeitar o Senhor Jesus CRISTO, por maior esforço que empenhe em sujeitar-se à Lei Moral de DEUS.

 

Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que

aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. – João 3.3

 

Ora, ninguém nasceu neste mundo por que quis, mas por que lhe foi imposto! Isto é confirmado na exclamação rude do prosaico lamuriar daqueles que não se atinam com a necessidade de esforço pessoal: Não pedi para nascer! – é o que exclamam a doer nos ouvidos os preguiçosos e irresponsáveis deste mundo.

 

Ora, o que é verdade no mundo natural, também o é no mundo espiritual. Ninguém que nasceu espiritualmente nasceu por sua própria vontade, mas pela Vontade de DEUS!

 

Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne,

nem da vontade do homem, mas de Deus. – João 1.13

 

 

 

Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que

não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. – João 3.5

 

Diferentemente dos que fagulham na áspera e dolorida limalha da preguiça, os nascidos de DEUS, tais quais crianças recém chegadas ao mundo físico, anseiam pelos ensinos da Palavra de DEUS. Aqueles choram pelo leite, estes anseiam pela Palavra a ensinar-lhes o caminhar para o serviço do Mestre.

 

Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional,

não falsificado, para que por ele vades crescendo; - II Pedro 2.2

 

Atente caro leitor, que o leite espiritual é racional e não sentimental. É não falsificado, verdadeiro!

 

E creia, há muitos falsificadores!

 

Os salvos, aqueles que nasceram da vontade de DEUS, atinam com a Palavra de DEUS, por isso se submetem à ELE. Alegram-se com as repreensões, as exortações, o consolo da palavra Eterna, a Bíblia, Única Regra de Fé e Prática do cristão verdadeiro. Tão logo aprendem, mas tão ansiosos ficam de mais saber. São fontes que jorram para a vida eterna. Não têm eles nenhuma necessidade de adicionar à Palavra de DEUS novas e milaborantes revelações.

 

Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. – João 4.14

 

 

Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda

e sejas achado mentiroso. – Provérbios 30.6

 

Somente em CRISTO e em Sua Palavra, por intermédio do Espírito Santo de DEUS, podemos ter essa fonte infindável de sabedoria e conhecimento. Somente nos Escritos Inspirados e Revelados ao longo dos séculos pelo próprio DEUS, as Sagradas Escrituras. O fundamento é CRISTO, não se pode lançar outro!

 

Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto,

o qual é Jesus Cristo. – I Coríntios 3.11

 

 

Outras “fontes” têm-se apresentado como palavra sob “inspiração” de DEUS. Ora, tão logo se apresentem assim, os filhos de DEUS as põem sob tutela e investigação das Sagradas Escrituras. Principalmente por que a Palavra de DEUS não se contradiz, não entra em confusão ou conluio com o erro. É Inerrante, Infalível e Suficiente, totalmente Preservada dos ataques do diabo!

 

Sim, meu caro, várias são as advertências feitas pela Palavra de DEUS contra o surgimento de falsos profetas e de muitos seguidores destes.

 

Em determinado ponto DEUS nos diz para nos acautelarmos, sermos investigativos, audaciosos em nossas avaliações e não apressados. Não há porque ter pressa em sermos conclusivos. Devemos ir à exaustão, comparando a Palavra de DEUS com os supostos ensinos “inspirados” dos auto proclamados “profetas”! Oração, submissão e humildade são ingredientes presentes na vida de todo diligente estudante da Palavra de DEUS.

 

Se falharmos nisso, apresentamo-nos como recebedores de doutrinas demoníacas por não suportarmos o crivo das Sagradas Escrituras, da Bíblia, da Palavra de DEUS!

 

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. – Mateus 7.15

 

E surgirão muitos falsos profetas,

e enganarão a muitos. – Mateus 24.11

 

 

E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também  falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição,  e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.  E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. – II Pedro 2.2

 

 

 

Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. - 1Jo 4:1

 

 

 

Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós se o dia de Cristo estivesse já perto. – II Tessalonicenses 2.2

 

 

 

Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; - II Timóteo 4.3

 

 

 

Se a investigação criteriosa, cuidadosa e diligente dos ensinos daqueles que se nos apresentam como mensageiros de DEUS falhar então falhamos nós, como filhos de DEUS. Permitindo assim que muitos sejam enganados pelas inverdades de lobos devoradores.

 

E uma das maiores características do que estão envolvidos com as seitas, inconversos à pureza do cristianismo bíblico, translúcido e puro que vem e jorra da Palavra de DEUS é não submeter-se ao crivo detalhado da mesma.

 

Fogem da EXEGESE e correm para EIXEGESE!

 

Na primeira o crente deixa que a Bíblia ensine, o estudo é de “dentro para fora”, permitindo que a Bíblia diga o que Ela quer dizer. Simplesmente!

 

Já na segunda, o sectário busca encaixar suas próprias idéias, de “fora para dentro”, encaixando malabaristicamente sua loucura, suas sandices, permitindo assim que se lhe embote ainda mais o coração natural. Chegam ao ponto então de isolar textos, modificá-los, extirpa-los, dar-lhes novos e mirabolantes significados. Eis aí as variedades de versões Bíblicas a comprovar o fato. Todas baseadas no espúrio Criticismo Textual.

 

Já no passado assim fizeram muitos. Ainda hoje se multiplicam. Quem ouve os ensinos de CRISTO e aceita qualquer declaração adicional, extrabíblica, constrói sua casa na areia. Não subsistirá no juízo de DEUS! Entrou pelo caminho largo. Rejeitou a suficiência da Palavra de DEUS e por conseguinte rejeitou a suficiência do sacrifício do Filho de DEUS. Na revelação de DEUS não há que se acrescentar, nem retirar. Ou é TODO ou é NADA!

 

Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro. – Apocalipse 22.18-19

 

Aqueles que se auto proclamaram profetas dos fins dos tempos, re-interpretando a Palavra de DEUS, adicionando-lhe significados, conceitos e doutrinas nela não contidos estão sob maldição. E sob maldição permanecem os que seguem seus ensinos falsificados!

 

É muito perigoso não dobar-se à investigação Escriturística. É se deixar guiar por cegos, sendo cego! Ambos cairão no mesmo buraco! Este buraco é uma cova, aberta pra sepultamento. Se enterram a si mesmos, condenando-se ainda mais diante de DEUS.

 

Deixai-os; são condutores cegos. Ora, se um cego guiar outro cego,

ambos cairão na cova. – Mateus 15.14

 

 

Se chegardes até aqui e, mesmo diante do inflamado coração por ver seus ensinos expostos às vergonhas pela Palavra de DEUS prosseguires, creio que o Espírito Santo poderá realizar uma obra inefável em teu ser. Oxalá para salvação de tua alma. Se não já, atormentado e rancoroso, deixastes a muito de realizar a leitura deste.

 

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. – Hebreus 4.12

 

Se lhe incita o diabo a abandonar a leitura, pare e ore, pedindo a DEUS que lhe tire as vendas dos olhos para contemplar a beleza de Seus Eternos ensinamentos.

 

 

 

1. Razões para considerarmos os ensinos da Sra. White anátemas

 

 

Prossigamos, então, vendo algumas razões pelas quais podemos verificar biblicamente, que o adventismo tal qual se apresenta é construir a casa sob a areia.

 

 

Primeira Razão: A  Sra. White afirma que suas revelações lhe foram dadas por um “anjo escrivão”. [i]

 

 

“A Igreja Adventista do Sétimo Dia considera Ellen White uma profetisa e inclui a aceitação dela nesse papel como parte de suas crenças fundamentais.” (O Dom Profético, Lição da Escola Sabatina para Adultos, Jan-Fev-Mar 2002, CASA, página 77).

 

A Bíblia faz, entretanto duas afirmações que pode estarrecer o mais dedicado adventista:

 

1ª. Afirmação das Sagradas Escrituras: Um profeta que erra apenas uma previsão está desabilitado para a função: Quando o profeta falar em nome do SENHOR, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o SENHOR não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele. – Deuteronômio 18.33

 

A Sra. White fez várias profecias que jamais se cumpriram! Notadamente não se apresenta nenhuma profecia dela que se haja cumprido! No entanto, os adventistas insistem que ela recebeu Dom Profético. Sendo que seus plágios falam de profecias que não se podem comprovar e são fantasiosos.

 

Um diligente investigador logo concluirá que ela não passa de uma embusteira, por uma única frase da Plavra de DEUS!

 

Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho

além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. – Gálatas 1.8

 

 

 2ª. Afirmação das Sagradas Escrituras: Com o encerramento das Sagradas Escrituras, encerrou-se também o serviço profético: O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado. – I Coríntios 13.8-10

 

No verso: o que é perfeito, na King James Bible aparece como that wich is perfect, traduzido do grego otan de elqh to teleion , tem o sentido de aplicação de uma coisa, de algo, não de pessoa ou de alguém! Refere-se a algo, não a alguém!

 

Logo, os pentecostais erram quando afirmam que o versículo se refere a JESUS CRISTO, pois o mesmo fala no contexto do encerramento das profecias, das línguas e das revelações (“serão aniquiladas..cessarão...desaparecerá”).

 

A Bíblia, a perfeita revelação de DEUS, se fechou, foi encerrada, completa. Ela é perfeita e única, auto-suficiente. Com Ela não precisamos mais de revelações adicionais, temos o que é perfeito vindo de DEUS!

 

Todo e qualquer ministério adicional que surgiu após o encerramento das Sagradas Escrituras é, pois espúrio, falso, diabólico!

 

Segunda Razão: O adventismo foi construído sob as afirmações “proféticas” da Sra. White e não pode ser desvencilhado do seu pentecostalismo esfarrapado e fraudulento.

 

Segundo as “revelações” dada a Sra. White, o verdadeiro motivo da queda de Lúcifer foi o ciúme que sentia de Jesus, por conta de sua exclusão por parte de DEUS das reuniões celestiais, onde Jesus tinha permissão de participar[ii].  Esta e outras fantásticas revelações podem ser facilmente lidas em seus livros “inspirados”. Deixo a encargo do caro adventista realizar a pesquisa diligente para certificar-se dos que é relatado adiante.

 

Vejamos suas declarações (resumidas) da Sra. White, comparadas diretamente com a Palavra de DEUS[iii].

 

 

 

  • Segundo a Sra. White: Lúcifer sentiu ciúmes de Jesus Cristo por que Jesus podia participar de reuniões celestiais com DEUS, as quais ele não teria acesso ou permissão de participar.

 

A Bíblia, no entanto afirma que Lúcifer pecou quando desejou e almejou ser igual ao DEUS Triúno e que esse foi o seu pecado. Desde então, até o fim, faz de tudo para ser semelhante a DEUS.

 

Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. – Isaías 14.14

 

Perguntas sinceras: Em que lugar a Bíblia afirma que aconteceram reuniões celestiais antes da criação? Onde a Bíblia afirma que Lúcifer sentiu ciúmes de Jesus, por não ter recebido permissão de acesso a essas reuniões? Em lugar nenhum! Estas revelações são, portanto, anátemas!

 

 

 

  • Segundo a Sra White: Lúcifer traduziu seu rancor, derivado de seus ciúmes de Jesus, fazendo acusações às Leis de DEUS. Ela chega a sugestionar que o diabo se rebelou contra a guarda do sábado!

 

A Bíblia, no entanto afirma que a Lei de DEUS foi dada aos homens e que DEUS em Sua revelação progressiva as deu apenas no monte Sinai, incluso o sábado hebdomadário.

 

E sobre o monte Sinai desceste, e dos céus falaste com eles, e deste-lhes juízos retos e leis verdadeiras, estatutos e mandamentos bons. E o teu santo sábado lhes fizeste conhecer; e preceitos, estatutos e lei lhes mandaste pelo ministério de Moisés, teu servo.- Neemias 9.13-14

 

 

Perguntas sinceras: Onde a Bíblia afirma que a Lei de DEUS existia antes do Sinai, antes da criação, antes da queda de Lúcifer? Onde a Bíblia afirma que Satanás teria feito acusações contra a Lei de DEUS antes mesmo da semana da criação? Em lugar nenhum! Estas revelações são, portanto, anátemas!

 

 

  • Segundo a Sra White: Lúcifer se tornou Satanás, ou seja, caiu antes da semana da criação.

 

A Bíblia, porém afirma que quando DEUS finalizou a semana da criação TUDO era bom, incluso TODOS os anjos!

 

E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde

e a manhã, o dia sexto. – Gênesis 1.31

 

 

 

Perguntas sinceras: Onde a Bíblia afirma que Lúcifer caiu antes da semana da criação? Onde a Bíblia afirma que ele ficou vagando pelo espaço sem ter rumo? Em lugar nenhum! Estas revelações são, portanto, anátemas!

 

 

  • Segundo a Sra. White: Após a semana da criação, quando DEUS teria criado não somente o nosso planeta, mas também outros planetas habitados com outros Adões e outras Evas, Satanás enganou apenas o Adão do planeta Terra, fazendo-o entregar o governo da Terra para ele. Pego de surpresa, DEUS teve de criar um plano estratégico para que Sua Lei fosse defendida do diabo. Só então Jesus se habilitou a ser o Cristo, sendo voluntário a DEUS o Pai, para vir á Terra, viver como homem, para dar o exemplo de que a Lei de DEUS é perfeita e pode ser cumprida.

 

A Bíblia, porém afirma que O Senhor Jesus Cristo foi morto desde a fundação do mundo, uma expressão que denota a eternidade da Determinação de DEUS em sacrificar Seu Filho Unigênito. DEUS não foi pego de surpresa e antes de Seus atos criadores ELE já sabia que Lúcifer e o homem iriam pecar e já havia Se Determinado Salvar os pecadores.

 

E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. – Apocalipse 13.8

 

 

 

Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; - Mateus 23.34

 

 

 

Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; - Efésios 1.4

 

 

O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós; - I Pedro 1.20

 

A Bíblia também afirma que Eva é que foi enganada, mas que Adão decidiu pecar e desobedeceu a DEUS. A lei foi dada para que o pecado se mostrasse, nunca para salvar o homem!

 

Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo. – II Coríntios 11.3

 

 

No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir. Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa. Porque, se pela ofensa de um morreram muitos, muito mais a graça de Deus, e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos. E não foi assim o dom como a ofensa, por um só que pecou. Porque o juízo veio de uma só ofensa, na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação. Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo. Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida. Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos. Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; Para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor. – Romanos 15.14-21

 

 

Perguntas sinceras: Onde a Bíblia afirma que DEUS correu da “sala pra cozinha”, sem saber o que fazer quando Lúcifer caiu? Onde a Bíblia afirma que Adão foi enganado? Onde a Bíblia afirma que existem outros mundos não caídos, com outros Adões e Evas que não pecaram? Em lugar nenhum! Estas revelações são, portanto, anátemas!

 

 

  • Segundo a Sra. White: O objetivo de DEUS ao enviar Jesus Cristo foi única e exclusivamente para honrar a Sua Lei;

 

 

A Bíblia, porém afirma que o objetivo do sacrifico do Senhor Jesus Cristo foi: Honrar a DEUS e ser Glorificado por ELE e salvar pecadores!

 

Jesus falou assim e, levantando seus olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti; - João 17.1

 

 

Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus. – Roma 14.11

 


Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, - Filipenses 2.10

 

 

Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. - ! Timóeteo 1.15

 

  • Segundo a Sra. White: Jesus Cristo aponta para a Lei perfeita de DEUS, buscando honra-la; 

 

A Bíblia, porém afirma que é a Lei que aponta para CRISTO (necessidade de um salvador) pois ela mostra o nosso pecado (estado de perdição).

 

De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados. – Gálatas 3.24

 

Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado. – Romanos 3.20

 

 

  • Segundo a Sra. White: Seguindo o exemplo de CRISTO, qualquer ser humano pode ser obediente e ser aprovado no Juízo Investigativo;

 

A Bíblia, entretanto afirma que o homem é salvo pela Graça e não pelas obras e que o sacrifício de CRISTO foi completo no calvário, não necessitando de Juízo Investigativo. Há apenas dois juízos futuros: O Tribunal de CRISTO (para os crentes, salvos, que receberão galardões e não para condena-los) e o Trono Branco (para os ímpios, para determinar nível de condenação, pois eles estão perdidos).

 

Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo,

como eles também. – Atos 15.11

 

 

Sendo justificados gratuitamente pela sua graça,

pela redenção que há em Cristo Jesus. – Romanos 3.24

 

 

Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei,

segue-se que Cristo morreu debalde. – Gálatas 2.21

 

 

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para qe ninguém se glorie. – Efésios 2.8-9

 

 

Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo. Romanos 14:10 b

 

 

E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. – Apocalipse 20.11

 

 

 

Perguntas sinceras: Onde a Bíblia afirma a salvação ocorrer pela guarda do Sábado, ou de qualquer parte da Lei? Onde a Bíblia afirma que alguma pessoa foi salva por guardar a Lei? Onde a Bíblia fala de um juízo investigativo? Em lugar nenhum! Estas revelações são, portanto, anátemas!

 

  • Segundo a Sra. White: Satanás é o bode emissário de Levíticos 16 e que ele carregará os pecados daqueles que forem fiéis, quando for julgado por DEUS. Satanás complementa a salvação dos homens que obedeceram á Lei.

 

 

A Bíblia, porém jamais afirma tal loucura, tal heresia absurda e diabólica! Ali em Levítico 16 há a representação de duas verdades para aqueles que são justificados em CRISTO: Primeiro que o sangue de CRISTO é remissão. Segundo que os nossos pecados são levados de nós para nunca mais voltar! O sacrifício de CRISTO foi consumado no Calvário!

 

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito. João 19:30

 

 

 

 

3. Considerações Sinceras Sob o Significado do Sábado Hebdomadário Mosaico

 

 

 

Algumas considerações, de maneira bem simples e direta:

 

1. Sábado é transliteração do hebriaco SABATH, que significa “Cessar”.

 

Então quando a palavra de DEUS afirma que DEUS descansou o sentido é de cessou. DEUS não se cansa, o sentido no Hebraico é que houve cessação de seus atos de criação. Com isso ELE prometia já, antes mesmo de Adão pecar, que faria Cessar o sacrifício pela Redenção do homem que iria pecar!

 

 

2. O dia de SABATH, foi dado primeira e unicamente ao povo de Israel, como simbolismo. E o simbolismo bíblico é chamado de sombra.

 

Os quais servem de exemplo e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha, faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou. – Hebreus 8.5

 

 

Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo. – Col 2.16-17

 

 

Mas há sim uma aplicação literal. Então, literalizando o sentido, o dia foi dado por DEUS como sinal entre ELE e o povo de Israel, afirmando que iria enviar o MESSIAS, alguém que faria cessar, enfim a obra de redenção, dando descanso (ou cessação de obras) a todos aqueles que por ELE fossem regenerados.

 

Veja que íntima relação há em Isaías 56, quando DEUS diz no primeiro versículo “...porque a minha salvação está prestes a vir, e a minha justiça, para se manifestar.” (vers. 1). Ainda não havia igreja e o SENHOR fala no tempo em que JESUS CRISTO ainda não havia vindo.

 

Então, a promessa se estende aos gentios que, por conta de conversão e confiança, se uniam ao povo de Israel para aguardar e esperar o MESSIAS. Isto significava meu caro, que se eu ou você tivéssemos vivido no tempo do Antigo Testamento, ou na Dispensação da Lei, se fossemos convertidos ao SENHOR, teríamos que nos tornar judeus por aplicação legal, demonstrando com a vida que havíamos confiado que DEUS falava a Verdade e que cumpriria sua promessa.

 

Aplicar Isaías 56 ao atual da Dispensação da Igreja não somente constitui-se fraude, mas embuste, engodo de uma Hermenêutica danosa e falsificada que não leva em conta nem o Contexto Histórico, nem o Contexto Gramatical, nem a aplicação Bíblica sadia.

 

3. Para que alguém, mesmo na Dispensação da Igreja, constitua-se observador do sábado hebdomadário, faz-se necessária o processo da Circuncisão.

 

Então alguns que tinham descido da Judéia ensinavam assim os irmãos: Se não vos circuncidardes conforme o uso de Moisés, não podeis salvar-vos. – Atos 15.1

 

 

Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará.  E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar,  que está obrigado a guardar toda a lei. – Gálatas 5.2-3

 

 

A questão foi discutida pelos apóstolos e foi descrita em Atos 15. Todo aquele, pois, que se circuncida obriga-se ao cumprimento legal mosaico.

 

Como os judeus convertidos que não compreendiam como serviriam os gentios salvos entre os primeiros cristãos nas igrejas locais, desejavam obriga-los primeiro a circuncidarem-se e depois a observar a lei Mosaica, incluso o sábado hebdomadário, semanal e cerimonial. Eles são chamados de Judaizantes e Paulo sos confrontou diretamente quando escreveu a Epístola aos irmãs na Galácia.

 

A resposta foi clara, no sentido de que nós, os gentios, não estávamos obrigados à circuncisão  da carne e muito menos aos aspectos cerimoniais da lei, cravadas no calvário. Paulo explica isso esplendidamente em Gálatas. Leia Atos 15 e verifique a resposta dada nos versículos 19,20 e 23 a 31. Leia, pesquise, não sejas obtuso!

 

4. Para se cumprir a lei do sabath hebdomadário, faz-se necessário aplicar a primeira parte do mandamento que diz “Seis dias trabalharás...”.

 

O Dr Aníbal Reis, ex-padre que convertido serviu a DEUS como pastor batista, sendo renomado escritor, foi perseguido pelos adventistas que, desejosos de lhe terem como prosélitos troféu, instigavam-no à guarda sabática cerimonial.

 

Recomendo-te uma pesquisa assídua sobre a vida, obra e pregação do Dr Aníbal Reis. Ele nunca foi considerado profeta, nunca seus escritos foram considerados “inspirados”, mas seus ensinos são preciosos desde que falam soba jurisdição da Palavra de DEUS!

 

Ele, homem culto, educado, inteligente e sábio, foi muito ofendido em algumas reuniões por conta da presença de adventistas que se exaltavam e tinham de ser retirados das assembléias para não impedirem a continuidade da pregação do Dr. Aníbal.

 

Bem, para que pudesse encerrar o assunto, propôs-se a si mesmo estudar as reinvindicações dos adventistas, procedendo uma pesquisa sincera que deu origem ao excelente livro A GUARDA DO SÀBADO[iv].

 

Recomendo-o de todo o coração, caso desejes ler um material de primazia e análise perfeita da questão, leia este livro, do qual transcrevo uma nota abaixo acerca da desobediência dos adventistas no cumprimento da lei sabática, já desobedecida por conta da ausência de circuncisão:

 

Atêm-se muitos à letra do sábado como o dia da semana que deve ser cronologicamente observado para se cumprir o mandamento. São guardadores literais do sétimo dia cronológico da semana. Evitam o trabalho nesse dia porque querem cumprir ao pé da letra o preceito. Permanecem, outrossim, inativos no Domingo porque o repouso do Domingo é imposto pela lei civil. Em conseqüência, deixam de cumprir o mandamento dos ‘SEIS DIAS TRABALHARÀS’. Não trabalham no sábado por ser o sétimo dia da semana e não trabalham no Domingo por ser dia feriado estabelecido por lei. Então, trabalham só cinco dias antes do repouso. E o preceito Divino? DEUS determina que se trabalhe durante SEIS dias. Faltam, portanto, à observância de parte importantíssima do preceito. E desonram ao SENHOR que, ao preceituar o repouso, tendo outrossim dado o exemplo, estabelece a necessidade dos ‘SEIS DIAS TRABALHARÁS’.” [v]

 

Então, meu caro, os adventistas não passam nem da primeira frase do mandamento!

 

Ainda assim, criticando os que têm seu repouso no primeiro dia da Semana, o Dia do Senhor, eles mesmos tem um feriado adicionado, dando mal testemunho público como contraproducentes.

 

Descansam nos dois dias na semana, incoerentemente afirmando que aqueles que têm o repouso semanal apenas no primeiro dia da semana, o Dia do Senhor, são infiéis.

 

Assim, são eles mesmos os que mais se aproveitam do feriado legal de repouso estabelecido, desonrando a Lei que pretendem guardar.                                                                                             

 

 

5.   O Simbolismo do sábado hebdomadário aponta para o sacrifício de CRISTO e não para a Criação, demonstrando que DEUS já sabia que o homem iria pecar e que enviaria Seu Filho para a Cruz.

 

 

Porque aquele que entrou no seu repouso, ele próprio repousou de suas obras, como Deus das suas. Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. – Hebreus 4.10-11

 

 

 

DEUS já havia prometido fazer cessar, no sentido de que JESUS CRISTO realizaria toda a obra no calvário. OS adventistas são heréticos pois afirmam que o sacrifício de CRISTO foi incompleto!

 

E farei cessar todo o seu gozo, as suas festas, as suas luas novas, e os seus sábados, e todas as suas festividades. – Oséias 2.11

 

Sendo aqui facilmente compreendido que: as festas eram os sabaths anuais, as luas novas, os shabats mensais, e por fim os sábados, os sabaths hebdomadários, semanais.

 

DEUS prometeu fazê-los cessar, o que durante 19 séculos foi uma realidade para todos os gentios salvos. Dezenove séculos depois, afirmando-se restituir uma “verdade” perdida, o movimento adventista pretende desobedecer uma determinação do próprio DEUS!

 

Eu sinto muito por você, caro amigo adventista, mas eu passo ao largo e prefiro obedecer, me submeter e honrar a DEUS do que desafiá-lO!

 

Logo os adventistas, fazendo sábios, tornam-se loucos e desonram a DEUS.

 

 

6.   O sábado representa o milênio literal que os adventistas negam veementemente.

 

 

Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos. – Apocalipse 20.6

 

Havia no Velho Testamento o Ano Sabático. A cada 49 anos. Sete vezes Sete. Havia a semana sabática. Agora nós, os crentes em CRISTO, salvos pela garça esperamos o Milênio Sabático. CRISTO reinando na terra, restaurada à condição pré-diluviana!

 

Os adventistas negam essa promessa de DEUS invalidando sua antiga aliança com Israel e a nova aliança com a Igreja!

 

Isto é total desconhecimento bíblico, além de herética doutrina.

 

7.   E por fim...Jesus Cristo NÃO guardava o sábado, pois ELE é o Sabath de DEUS realizado (o cessar, o repouso) da obra de salvação para todos aqueles que crêem. E isso os judeus não quiseram entender, por isso o condenaram! E isso os adventistas rejeitam, por isso estão condenados!

 

Então alguns dos fariseus diziam: Este homem não é de Deus, pois não guarda o sábado. Diziam outros: Como pode um homem pecador fazer tais sinais?  E havia dissensão entre eles. – João 9.16

 

 

Quando eu adventista perdido e pecador orgulhoso me dobrei ao ensino bíblico, pedi perdão pelos meus pecados e recebi de CRISTO o pleno perdão e a certeza da salvação pela Graça, não por obras (Ef 2.8-9).

 

Se tu morreres hoje, tens certeza de que estará no Céu ou no inferno? Creio que dirás que depende do resultado do Juízo Investigativo!

 

 

4. Conclusão

 

Uma das figuras que o adventismo mais gosta de reproduzir é de um JESUS CRISTO que aponta para a LEI.

 

Isso por conta da Sra. White chega a afirmar que o propósito de DEUS a enviar Seu Filho foi o de honrar a Lei, como falamos acima.

 

Também ela erroneamente afirma que a Lei foi o motivo de Lúcifer cair. Talvez Lúcifer tenha se rebelado de guardar o sábado no céu? Seria isso mesmo?

 

Ambos os argumentos são falsos! Portanto, anátemas!

 

Primeiro não é o SENHOR JESUS CRISTO que aponta para a Lei, mas é a Lei que aponta para o SENHOR JESUS CRISTO! Já antes afirmamos isso! Reafirmamos aqui, outra vez!

 

A Lei mostra apenas quão pecadores nós somos e foi dada para que o homem compreendesse ser impossível salvar a si mesmo. Pois os padrões de DEUS são inatingíveis. Somente DEUS pode obedecer 100 a DEUS!

 

Visto isso, foi necessário DEUS se fazer carne e viver a vida que nós jamais poderíamos. Seu Sangue pagou o preço e nos limpa nos concedendo a Sua Natureza, pelo Espírito Santo.

 

Logo, descansamos das obras, elas cessam para aos crentes. Amém! CRISTO salvou todos os pecadores que, arrependidos se achegaram a Cruz do Calvário e o receberam como Único e Suficiente Salvador!

 

Estão salvos e entram no descanso de DEUS no repouso da salvação. Glória ao DEUS Soberano!


Eis o simbolismo do sábado. Quando CRISTO ressuscitou, ele foi extinto!

 

Passaram-se 19 séculos até que uma mulher com problemas graves de saúde se juntasse a outros três impostores para formar uma religião humanista e desequilibrada, baseada em obras humanas.

 

Se por acaso surgisse no meio adventista uma mulher epilética que tivesse novas revelações, vocês a seguiriam? No entanto seguem uma que por muitas fraudes e falcatruas é, comprovadamente, uma falsa profetisa.

 

Meu caro amigo adventista, quando o Senhor Jesus Cristo afirma que ELE é o SENHOR do Sábado, a intenção dele não é honrar a sábado hebdomadário, transitório, simbólico, passageiro! Não! A intenção d’ELE é a de se afirmar DEUS em carne. E ELE sim é maior que o Sábado hebdomadário, pois ELE é a realização do cessar de DEUS para todos aqueles que crêem e o recebem com único e Suficiente Salvador! (Mateus 12.8; Marcos 2.28; Lucas 6.5)

 

E nessa questão, não abandonar uma prática que desatina da fé cristã constitui-se idolatria, rebeldia, desobediência.

 

Sim, me caro, os adventismo é sabadolatria, pois substitui o SENHOR do sábado pelo próprio sábado hebdomadário!

 

O adventismo não nega as obras, buscam confirma-la por próprio esforço. Não recebem a CRISTO como Único e Suficiente para salva-los! Antes desejam completar a obra da salvação recusando-se a confira Única e EXCLUSIVAMENTE em CRISTO.

 

Recusam-se e a entrar no repouso, no cessar, no verdadeiro sabath da obra redentora. Recusam o derramar da Graça de DEUS! Eles pisam o sangue do Filho, com a audácia de serem eles mesmos seus próprios salvadores. Isto com uma ajudinha “básica” de Lúcifer no fim das contas! Que horror! Que logro!

 

E ai daqueles que discordam deles e de sua “Nossa Senhora” Ellen White!

 

Portanto meu caro adventista, lhe digo de todo coração, com ardente amor por sua alma, você não entende em que buraco se meteu adentrando para as fileiras adventistas! E somente poderás compreender se realizares profunda pesquisa, humilde, diligente, cuidadosa, vencendo sua próprias inclinações naturais, derrubando as barreiras do preconceito que sofres por conta de amares tua religião. E isto tudo tão somente debaixo da correção da Palavra de DEUS e condução do Espírito Santo! Ore e peça esclarecimento e DEUS te esclarecerá.

 

Eu sei o que falo, pois vivi muitos anos no meio do adventismo e por graça e misericórdia de DEUS fui salvo pela garça de DEUS (ao ler Ef 2.8-9) em uma manhã ensolarada de 2001.

 

O peso da Lei caiu dos meus ombros, o fardo do pecado foi tirado de mim, fui lavado no sangue de CRISTO e hoje sirvo a DEUS com a certeza da salvação. Não foi esforço meu, foi Graça de DEUS!

 

Você, porém espera ser aprovado num juízo investigativo, merecendo por seus próprios esforços a salvação de DEUS?

 

Lamento lhe dizer, mas você não precisa esperar, pois já estás condenado!

 

Somente em CRISTO poderá receber perdão por tão grande pecado e arrogância de acreditar-se cumpridor da Lei.

 

Lamento por ti. Mas oro para que DEUS te de iluminação e esclarecimento salvífico

 

Não construa sua casa na areia, meu caro. Cave fundo. Vá às bases!

 

Então, somente então, poderá responder quem, ou o que, é teu fundamento.

 

O Meu é CRISTO!

 

Com todo meu amor por ti, prezado leitor.  DEUS te abençoe.

 

Pr Miguel Ângelo Luiz Maciel

(Ex-adventista, salvo pela graça de DEUS – Efésios 2.8-9)

 

 

 

 

 



[i] A mesma afirmação é feita pelo profeta dos mórmons, Joseph Smith, que chama o anjo não de escrivão, mas de Moroni.

 

[ii] Semelhante revelação foi “recebida” por Joseph Smith. Coincidência ou plágio?

 

[iii] Em todos os seus escritos o pesquisador adventista poderá notar que a Sra. White não revela os pensamentos e o caráter de DEUS, mas sim os pensamentos e o caráter do próprio Diabo !!!!

 

[iv] Atualmente republicado pela Edições Cristãs.

 

[v] Dr Aníbal Pereira do Reis (ex-padre), A Guarda do Sábado. Edições Caminhos de Damasco. Página 29.

topo