Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (660 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 335745
Autoestima e Violência
Autoestima e Violência

ESTUDOS LIGAM AUTOESTIMA E VIOLÊNCIA

 

 

- Pesquisas dos próprios psicólogos contradizem seus ensinos sobre autoestima, provando que na verdade ela nada mais é que uma filosofia de violência, destruição e morte! -

 

 

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. - II Timóteo 3.2-5

 

 

Narcisista: pessoa muito vaidosa, soberba, orgulhosa; alguém com autoestima; indivíduo que tem amor excedente por si mesmo; pessoa egocêntrica, centrada em si mesma; amante de si mesmo.

 

 

A psicologia vem afirmando há anos que os jovens desajustados, principalmente os que se tornam violentos, sofrem de baixa autoestima. Mas três estudos divulgados em Dezembro de 1999 concluem o contrário [contradizendo as afirmações dos próprios seguidores das doutrinas psicológicas]: os jovens que se tornam violentos tem autoestima em excesso!

 

Um dos estudos publicados pela Associação Americana de Psicologia observou 540 estudantes universitários. Depois de responderem um questionário padronizado, elaborado para avaliar a autoestima e o narcisismo dos entrevistados, os estudantes foram submetidos a diversas situações. Eles tiveram oportunidade de agir agressivamente contra alguém que os tinha elogiado, insultado ou não tinha feito nada a eles. Os pesquisadores verificaram que os estudantes mais narcisistas eram os que tinham maior probabilidade de reagir violentamente. Eles também descobriram que os narcisistas eram particularmente agressivos com pessoas que os tinham ofendido. Outro estudo revelou que o narcisismo é comum entre prisioneiros condenados por estupro, homicídio, agressão, assalto à mão armada e crimes semelhantes.

 

Quando a autoestima desses presos foi medida e comparada com a da população em geral, verificou-se que estava acima da média. Os pesquisadores envolvidos nesse estudo apontaram que o principal foco dos programas de reabilitação prisional era o aumento da autoestima. Essa abordagem é, definitivamente equivocada, concluíram eles, pois essas pessoas já tem uma imagem enfatuada de si mesmas.

 

A Bíblia adverte quanto ao narcisismo [pessoas amante de si mesmas, soberbas, orgulhosas, violentas  – características dos homens na geração dos últimos dias]. Muitos dos problemas que a nossa sociedade enfrenta hoje são, sem dúvida, resultantes desta distorção.

 

 

 

E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. – Mateus 10.38

 

 

 

[Tomar a sua cruz e seguir a Jesus Cristo, é morrer cada dia para o Eu – o ego, egocentrismo, a autoestima, a soberba, o orgulho, etc - e viver para obedecer a DEUS e ter comunhão com Ele. Eis o segredo da vida, eis a verdadeira felicidade!]

 

 

 

Fonte: Adaptado de Toronto Star, Dezembro de 1999, p. 16. Studies Bind Violence and Self-Esteem. Citado por Arno Froese. 2005.

topo