Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (775 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 379792
Breve histórico do Pentecostalismo!
Breve histórico do Pentecostalismo!

Breve histórico do Pentecostalismo

e do Neopentecostalismo:

Frutos [um duma safra, outro de outra, mas]

da mesma árvore de erros.

 

A história do pentecostalismo pode ser traçada em um resumo, onde me permitam destacar, alguns momentos históricos principais:


1. As heresias que aparecem na história eclesiástica [desvios para fora e longe da corrente principal, que é o das igrejas locais de doutrina batista e que subsistem através dos séculos 1,2,3,4, ... e sempre], perpetrando erros grosseiros que se repetiriam séculos mais tarde dentro das vertentes pentecostais.


Como alguns exemplos:

1.a.) MONTANISTAS (155-200 dC): Defendiam a continuidade dos Dons Extraordinário (principalmente o de profetizar) e tinham profetisas mulheres (Pirsca e Maximila). Eram extremamente emocionalistas, negavam a validade do Evangelho de João, do Apocalipse e das Epístolas de João. O mais conhecido seguidor foi Tertuliano(207 dC). Se iniciou na Frígia e permaneceu até o século VI.

2.a.) MARCIONISMO (de Marcião, 85 a 160 dC): Defendiam sonhos e revelações, profetizavam sobre os túmulos dos que já haviam morrido, defendiam que o DEUS do AT é diferente do DEUS do NT, logo o AT não era parte das Escrituras para os cristãos e repudiavam como não inspiradas as Epístolas de 1 e 2 Timóteo, Tito, Gálatas(3.16 a 4.6), e II Tessalonicenses (1.6-8). A salvação era só do espírito e nunca do corpo.

3.a) MANIQUEÍSMO (de Mani, séc. III a VI): Defendiam que havia uma hierarquia, uma sequência, de profetas usados por DEUS: Platão, Moisés, Buda, Jesus, mas o último mensageiro, o mensageiro final que restauraria a Verdade última era Mani, o último dos Profetas. Fizeram então um "mingau" de doutrinas de todos os supostos profetas sequenciais e defendiam o gnosticismo.

Além destes também os Donatistas, os Ebionitas, o Arianismo, os próprios gnósticos - dentre outros, sempre foram desafios para as igrejas [locais] em contínua defesa da Verdade do Evangelho Bíblico.

Irmãos, o diabo se repete desde o Éden, em suas doutrinas de demônios (as seitas modernas, incluso pentecostais e neo, são claras repetições de erros doutrinários do passado) e em seus objetivos (Ninrod, Carlos Magno, Napoleão, Hitler, até o Anticristo). 

Disse certo pastor: Quem não estuda o passado, está fadado a repetir os mesmos erros! (Prov. 22.28; Jer 6.16)


2. O Reavivalismo Pentecostal (1900 a 1960 dC)

O nome ligado ao início do movimento Pentecostal Reavivalista, sem dúvida alguma, é o de Charles G. Finney (1792 - 1875 dC). Ele não somente popularizou o pragmatismo religioso, como descartou métodos bíblicos como inúteis e ineficazes. Além disso repudiava a erudição e o estudo veemente da Palavra de DEUS, apelando para ação imediata do Espírito Santo. É o pai dos reavivalistas que defendem que , a partir de técnicas controladas, se pode influenciar de tal forma o ambiente, os crentes e o próprio DEUS a ponto de causar a ação do Espírito Santo. Foi o criador do banco dos desesperados, dos choros teatrais, do repúdio veemente á investigação bíblica doutrinária e ao banimento da teologia bíblica.

Seus "alunos" ou sua "linha sucessória" vão de D Moody a Billy Graham e as ideias de Finney permaneceram circunscritas às denominações tais como Assembleias de DEUS, Evangelho Quadrangular, Pentecostal Unida.

Finney, entre eles, é considerado herói, mas ele é um marco desastroso na história eclesiástica por estabelecer um padrão que sucederia o desastre doutrinário da atual realidade no mundo ocidental, dito evangélico.


3. O surgimento do Movimento Carismático ou Neopentecostal

Em 1960 ocorre um nova avalanche de ataque das hostes do maligno. É quando o pentecostalismo derruba fronteiras e atravessa linhas denominacionais. (Obs.: Interessante como combina com o tempo em que foi realizado o Concílio Vaticano II)

Este fenômeno está ligado ao nome de Dennis Bennet, reitor da Igreja Episcopal de São Marcos, em Van Nuys, Califórnia-EUA.

Foi quando, segundo ele, foi "batizado no Espírito Santo" e recebeu oi "dom de línguas".  Foi então quando um líder clamou "AS MURALHAS TOMBARAM!".

Perpetuou-se, a partir daí a destruição gradual de todas as fronteiras e limites Denominacionais e, todas as demais linhas doutrinárias das igrejas foram vencidas uma à uma: Episcopal, Metodista, Presbiteriana, Luterana e, por fim, Batista.

O Neopentecostalismo (ou Movimento Carismático), portanto, diferente do antigo Pentecostalismo, pois transcende TODAS as linhas denominacionais, corrói igrejas locais por dentro, une bandeiras, despedaça distintivos doutrinários, propaga o ECUMENISMO.

Seus seguidores repudiam a palavra IGREJA e assumem abertamente a "visão" de uma religião unificada, sem barreiras, utilizando e ostentando expressões e títulos tais como: MINISTÉRIO INTERNACIONAL, ou MUNDIAL, ou UNIVERSAL, dentre outros.

No entanto, não termina por aí. O Liberalismo Teológico e o repúdio doutrinário enveredou pelo MOVIMENTO EMERGENTE. E o que vem por aí é aterrador! (Prédios - não podemos chamar de igrejas - que são clubes onde pretensos cristãos se reúnem para, dentre outras coisas, DANÇAR na discoteca gospel, TOMAR cerveja no bar gospel, ASSISTIR filme pornográficos em sessões para casais no cinema gospel... etc...

Pastores que pregam aos palavrões. Salões onde Gays dançam de rosto colados. Shows de Vale Tudo gospel, entre outras aberrações.


Eu, recentemente, recebi um vídeo de pouco mais de cinco minutos, onde um pregador (não sei se pastor ou apenas membro de determinado ministério), prega para uma plateia que permanece às gargalhadas, enquanto ele mistura o nome de DEUS à palavrões imorais e a conceitos pornográficos ...horrível demais para que eu possa divulgar...É HORRÍVEL também por não haver NINGUÈM que se levantar e EXPULSE tal demonista como aquele, do meio de um lugar onde, como se dizem, há salvos reunidos.
 

E o que vem depois? Ah, o que vem depois é muito pior! Eles negarão abertamente a JESUS CRISTO e adorarão abertamente ao DIABO na pessoa do Anticristo, desejando EXTERMINAR os judeus da face da terra e permanecer debaixo do julgo do PAPA. (Pra quem não viu, procure na internet a comemoração dos 100 anos de movimento pentecostal em Belém, onde o ARCEBISPO de Belém concedeu BENÇÂO APOSTÓLICA sobre a multidão reunida no estádio mangueirão - se não me engano é este o nome - sob os clamores de uma multidão ensandecida. Ou ainda, veja a mulher que, na visita do "PAPA" Ratizinger disse à repórter que a entrevistava "SOU EVANGÈLICA MAS O PAPA É DE DEUS!"
 


Escrevi um conto sobre os rumos destes loucos disfarçados de cristãos, há algum tempo atrás. (leia o texto Conto: A Igreja do Amanhã, neste mesmo site!)


DEUS nos abençoe cada dia em fidelidade doutrinária, mesmo que eles queiram nos queimar na fogueira da Inquisição Carismática!


Pr Miguel Ângelo Luiz Maciel
 

Obs.: Para saber mais, recomendo os livros:
 

. CAIRNS, Earle E. O CRISTIANISMO ATRAVÉS DOS SÉCULOS. Ed Vida Nova. 1984.
. SOUSA, Jadiel Martins. CHARLES FINNEY E A SECULARIZAÇÃO DA IGREJA. Ed Parakletos. 2002.
. MacARTHUR Jr, John F. OS CARISMÁTICOS. Ed Fiel. 2002.
. HANEGRAAFF, Hank. CRISTIANISMO EM CRISE. Ed CPAD. 1994.
REIS, Aníbal Pereira dos. CATÓLICOS CARISMÁTICOS E PENTECOSTAIS CATÓLICOS. Ed Caminho de
       Damasco. 1973.
CAROL, J. M. RASTRO DE SANGUE. 1931.
 
Novembro, 2012. Rev 00.

topo