Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (703 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 346521
Maria 1
Maria 1

Você Poderia Enumerar Quatro Erros Cometidos Por Maria?

A Bíblia Sim!

 

 

No Evangelho de Lucas 2:41-50, a  Bíblia nos mostra quatro enganos cometidos por Maria, que demonstram que ela era uma mulher comum, sujeita a cometer erros, falhas e pecados. Seu marido José também teve participação nesses erros.

 

1º ERRO: "E, regressando eles, terminados aqueles dias, ficou o menino em Jerusalém..." (2:43a).

É muito provável que o menino, dando total atenção as coisas de Deus, se demorando com os doutores do Templo, foi deixado de lado pela mãe e por José que estavam "cegos" de ansiedade pelo reencontro com seus familiares. Procederam como qualquer pessoa comum (carnal e pecadora), dando mais atenção ao que é humano do que aquilo que é divino.

 

2º ERRO: "Pensando, porém, eles que viria de companhia pelo caminho..." (vv34a).

Maria deveria ter se certificado que seu filho estava com ela e com seu marido José. Ao invés disso os dois, provavelmente embalados pela empolgação de rever muitos parentes e conhecidos próximos (vv44b), procederam de maneira displicente.

Como uma criança obediente, cheia de responsabilidade acima do comum, Jesus procedeu da maneira mais acertada, permanecendo em um local público, com adultos responsáveis, aguardando o retorno de sua mãe e de José, não se ausentando nem se desesperando durante três dias (!!!).

 

 

 

3º ERRO: "E quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe: Filho, porque fizeste assim conosco?..."

            As palavras de Maria estão carregadas de exasperação e repreensão, indevidas. Assim como Eva (3:13), Maria procurou transferir a culpa do seu pecado para outra pessoa, neste caso para Jesus. Ao invés de observar que seu filho havia procedido corretamente, evitando evadir-se e ao invés de demonstrar alegria por ver o filho em segurança, agiu como qualquer mãe de forma precipitada e emocional.

 

4º ERRO: "...Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos." (vv48)

Maria sabia de que maneira Jesus havia sido concebido (1:26-56). Ao chamar José de pai de Jesus, Maria demonstra que provavelmente ainda não havia contado a ele sobre sua concepção sobrenatural. Ao falar de maneira aberta diante dos doutores do Templo, talvez por medo de se complicar diante deles, mentiu. Embora José fosse legalmente o pai de Jesus, não era seu pai natural, o que não justifica a afirmação de Maria.

A resposta de Jesus não demonstra que ele estava sendo rebelde, pois se refere à situação inicial, quando eles ainda estavam em Jerusalém e Jesus conversava com o doutores, interessado pelas coisas de Deus, seu Pai. Jesus estava afirmando também que eles sabiam onde ele estava, no mesmo lugar onde o viram pela última vez. (vv49) Portanto não havia necessidade de terem agido da maneira como agiram.

 

 

 

Conclusão

 

Os erros acima demonstrados apenas provam que ela não passava de uma mulher comum, nascida em pecados, cometendo falhas como qualquer pessoa natural. Maria pecou, errando como qualquer mãe comum (Luc. 2:41-50).

E sendo ela pecadora, necessitou de arrependimento e salvação (Luc. 1:46). Além disso, a Bíblia nos diz que ela não foi imaculada por toda a vida pois teve outros filhos e filhas de José (Mat. 1:25; 12:46-50; Mar. 3:31-35; Luc. 8:19-21; Gál. 1:19).

Reconhecemos que ela foi muita usada por Deus, mas que jamais poderia ser co-redentora, pois somente Jesus Cristo jamais pecou, sendo o sacrifício perfeito pelo pecado do homem (Atos 4:12, Heb. 4:15).

Somente Jesus Cristo pode salvar o homem da condenação eterna. Não há outro perfeito sacrifício (Heb. 10:10,14). Ele pagou o preço pela redenção do pecador. Ao Nosso Deus seja toda a Honra, Glória e Louvor. Pelos séculos dos séculos. Amém!

Arrependa-se de seus pecados, confie unicamente nos méritos de Cristo realizado na cruz, entregue sua vida a Ele e faça sua as palavras da pecadora Maria, salva pelo sangue derramado de Jesus Cristo, o Filho de Deus, o Salvador:

 

"A minha alma engrandece ao SENHOR, e o meu espírito  se alegra em DEUS meu SALVADOR." (Luc. 1:46-47)

 

Autor: Pr. Miguel Ângelo Luiz Maciel

topo