Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (775 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 379814
Meninos do Brejo
Meninos do Brejo





Meninos do Brejo


- As aventuras de Carlos, Marcos e Fred *-



Pr Miguel Ângelo L Maciel




Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos -  Romanos 1:22



       

No meio da tarde, meninos levados

 

fugiram da igreja, correram ao brejo, para, rebeldes,

 

chafurdar na lama.

 

Cantaram eufóricos, escutando os grilos.

 

As distantes cigarras, os sapos e as rãs

 

também ajudaram, com rimas louçãs.


“Viemos da lama!”, assim gritou Carlos,

 

sorrindo, contente, coberto de lodo,


“Nascemos do nada!”


“Se da lama viemos, a DEUS não devemos”,

 

Completou Marcos, todo sorridente!


“Vivamos em bandos, em mil revoadas!”


“E a minha raiva, o que dela farei?”,

 

Reclama depressa o iracundo Fred,

 

e tão prepotente, que se achava um rei.


“Amigos, amigos! Tenhamos mais calma!


As provas não temos...” – soturno, diz Carlos.


“... E jamais teremos!


“Mas, não se preocupe, amado colega!


Tão logo mentiremos.” – diz Marcos, cuspindo

 

de sua boca a lama que imita uma barba.


“Eu já sei, já sei!” – diz Fred pulando -

 

e de volta ao lodo,

 

enquanto os amigos estão lhe escutando:


“Se vieste da lama e a DEUS não desejas


o meu sentimento e a minha culpa, sobre outro eu porei.”

 

Que maravilha, amado colega! De fato és um rei” –

 

Diz Marcos sorrindo, “Amigos, o mundo iremos transformar,


pois,  do Nazareno vamos nos livrar.”


“E as obrigações também deixaremos!


 Que lindo cenário agora pintamos!” – diz Fred também.


“Amigos, amigos! nós somos do brejo e ao brejo voltamos.” –

 

Com a lama  escorrendo da testa, diz Carlos.


Numa tarde quente, meninos levados fugindo da igreja,


fizeram tal festa, correram ao brejo, chafurdaram na lama.


A tarde se foi, a noite chegou. Buscaram a fama,


mas o dia findou.


Precisam voltar daquele extravio, os meninos, coitados,


de DEUS a zombar, tremendo de frio.


Agora os sorrisos de todos murcharam, semblantes sombrios,


e os pobres meninos não sabem voltar.


A noite chegou, perdidos ficaram. Mas alguns buscam


em meio à escuridão, os perdidos meninos


onde consumidos de grande aflição,


na lama do brejo se sentem seguros,


sorrindo,  arrogantes, deliram raivosos


em meio à rebelde e cega multidão!

 

 

 

 

 

 

*Os Meninos do Brejo são: Charles Darwin, Karl Marx e Sigmund Freud

 

 

topo