Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (775 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Total de visitas: 379846
Oremos pelos sabatistas
Oremos pelos sabatistas

 

SINCERO PEDIDO DE ORAÇÃO POR UMA SABATISTA...Que, supostamente, “fala com Deus”[1].

 

 

[Minha oração e meu desejo é pela sua salvação, pois ofendida com um de meus estudos, pronunciou palavras cheias de rancor e mágoa contra a Verdade Bíblica, contra o SENHOR JESUS CRISTO, confirmando as heresias judaizantes da seita[2].]

 

 

 

 

"Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens;...Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo. " I Tim 2.1, 3-6 (ACF)

 

 

 "Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs." - Tito 3.9 (ACF)

 

 

 

 

0. INTRODUÇÃO (COM UM PEDIDO DE ORAÇÃO)

 

A Bíblia afirma que o homem perdido está morto em delitos e pecados. Um homem morto não pode ouvir e nem entender. Ele não precisa de um médico pra lhe receitar medidas as quais possa seguir. Precisa de um milagre, de alguém que o ressuscite dentre os mortos. E somente DEUS através de Sua Graça é capaz de realizar tal milagre (Efésios 2.1-9). É muito triste vermos quão cegos, pervertidos e condenados estão os sectários, tão enganados em suas religiões humanas.[3]

 

As religiões humanas caracterizam-se por retirar Jesus Cristo da centralidade da fé. Ele e somente Ele é o centro da fé Bíblica, de seus ensinos, dos significados das sombras do Velho Testamento (Col. 2.17). Somente o Senhor Jesus Cristo é digno de toda Glória, Honra e Louvor como o DEUS Salvador, Único e Suficiente.

 

As religiões humanas (em comum acordo) dispõem de outro(s) motivo(s) de adoração, de suas arengas, motivos de seus acalorados debates. Defendem com unhas e dentes a tudo, menos a CRISTO e Sua Graça Salvífica. Acumulam-se de preceitos morais e estes, estabelecidos como motivos da salvação condicionada atrelam à obediência destes preceitos próprios o prêmio da vida eterna.

 

Em uma delas, embora oficializada em nosso país, é pagã e humana onde Maria é a rainha dos céus a ser idolatrada como o centro da religião[4]. Já em outra a obediência a certo profeta, ou à venda de revistas, ou a multiplicidade do casamento exaltando a conjunção carnal.

 

Chicotes fazem sangrar as costas dos penitentes. Vozes são elevadas em rouquidão, por tantas profecias proferidas, reivindicadas e exigidas, jamais cumpridas. Espiões do próprio pecado investigam-se, previnem-se, submetem-se às próprias determinações a fim de merecerem aprovação de DEUS. Falharão terrivelmente!

 

A religião, que idolatra o sabath hebdomadário judaico como o grande ato de salvação, é facilmente identificada com o pentecostalismo antibíblico. Eles crêem que DEUS ainda dispõe atualmente de sonhos, milagres, profetas e até possuem o mesmo discurso de que são a continuidade (e/ou a substituição) de Israel. Por isso utilizam-se do termo “Remanescente Fiel e Verdadeiro” para se identificarem. Reivindicam para si a posição dos filhos de Israel na carne e argumentam que, quando a Bíblia se dirige a Jacó e a seus descentes, está na verdade falando deles e somente a eles[5]. Há entre eles um ódio superlativo pelos Estados Unidos e pelos judeus. Tanto que identificam o ultimo país defensor de Israel com a besta[6] e que serão eles mesmos os perseguidos no período da grande tribulação.

 

Nos meandros da seita o sabath hebdomadário judaico é o deus idolatrado, querido, amado. Toma-lhe de Cristo a honra e a glória. É um fervor obscurecido pela ânsia carnal, quase predatória, de que ninguém mais pode ser salvo a não ser pela “Verdade” que somente a eles pertencem. Mas a “Verdade” aqui não é CRISTO, mas o quarto mandamento restaurado por sua profetiza, a mando do próprio DEUS que lhe enviou um anjo escrivão[7] para lhes mostrar o que ainda faltava revelar à humanidade. Assim a Sra. White, além de restabelecer o verdadeiro cristianismo há muito perdido, se sobressaindo ao restante da humanidade falida e completando as imperfeitas, incompreendidas e incompletas revelações da Bíblia, é a única que possui as chaves das profecias.

 

O Senhor Jesus Cristo então, segundo o sabatismo, não passa de um excelente exemplo de submissão à Lei, apontando para as tábuas da Lei que permanecem sob facho de luz celestial reincidindo sob o quarto mandamento. O Jesus Cristo do sabatismo tem no sabath hebdomadário judaico algo que lhe é maior, mais digno de honra, o real motivo de ter encarnado e sofrido pelo pecado humano[8].

 

Uma comparação direta, sincera, humilde e contrita com a Palavra de DEUS confirmará as heresias da seita judaizante. Um estudo mais diligente de suas origens e de suas doutrinas apresentará ao precavido pesquisador as inúmeras semelhanças com os Mórmons, com as Testemunhas de Jeová, com os Carismáticos Neopentecostais e mesmo com os Católicos Romanos. Maria é para estes o que o sabath hebdomadário judaico é para aqueles. Ai daqueles que ofendem a Maria dos romanistas! Ai dos que não obedecerem ao sabath hebdomadário judaico, conforme as declarações da Sra. White!

 

Salvação para eles então se torna uma formula complexa e estranha ao cristianismo bíblico. È uma graça parcial de DEUS. É um tipo de graça condicionada à obediência moral sem a circuncisão, que é somada ao sabath hebdomadário judaico, à reforma de saúde e a uma confusa esperança de certo juízo investigativo. O entendimento desta fórmula pertence somente os mais elevados membros da seita, enquanto os leigos são incapazes de entender a totalidade dessa forma de iluminação divina. Portanto não podem questionar absolutamente nenhuma doutrina e devem obedecer em cega submissão. Pergunte a um leigo seguidor do sabatismo a respeito dos cálculos de Miller ou sobre o santuário ou sobre o juízo investigativo que ele prontamente responderá: Vá falar com um pastor, só ele poderá explicar[9]! Esta imposição, semelhante à que ocorre dentro do catolicismo romano, se reflete na atitude rude dos membros da seita quando alguém lhes pretende demonstrar a salvação pela Graça sem as Obras da Lei Moral.

 

Lembro de certa vez que, ao abrir a Bíblia e mostrar a verdade a um seguidor da seita e falar-lhe amorosamente de nossa conversão, minha e de minha esposa, ele deu um berro de desespero ao ouvir versículos bíblicos, se ajoelhou abrindo os braços em uma cena tão patética quanto lamentável. Abespinhou-se por eu ter lido alguns versículos da Bíblia que falam da Graça sem necessidade das obras morais da lei, perdeu os estribos qual fera que se cutuca às curtas varas e deu um grunhido em desespero:

 

“QUE DEUS ME MAAATEEEE AGORA....AGOOOORAAAA....SE EU ESTOU NA RELIGIÃO ERRRRAAADDDAAAA!!!!”

 

Fiquei calado ante a intimação do homem, tão perdido. Estaria ele clamando ao deus sábado? Não houve resposta alguma vindo do teto para onde ele olhava.

 

“Amigo, Deus não fará isso!” – desejei ajuda-lo, com voz quase embargada, por sentir tanto amor por aquela alma perdida.

 

“Deus fazia assim no Velho Testamento, com os profeeeetaaas!” - ainda vociferou ele, continuamente olhando para o teto da cozinha.

 

“Mas você não vive no tempo do Velho Testamento, amigo! Não és judeu, nem profeta, muito menos!” – insisti eu, procurando usar certa dose de carinho por aquela alma. Levantou-se então, e expulsou-me de sua casa.

 

Não desejava ser confrontado com a Palavra de Deus. Perdido, morto em delitos e pecados, disposto a negar a Bíblia e rejeitar a oferta da Graça de DEUS. Indisposto a largar “o osso”, “a tábua de salvação”, a suposta guarda do sabath hebdomadário. Embora aquele homem seja um incircunciso, acredita ser judeu. (Apoc 2.89; 3.9)

 

A religião humanista é religião onde Jesus Cristo é secundário, incapaz de salvar perfeitamente alguém apenas pela graça, sem as obras da Lei Moral. E a sabadolatria é consumada em seu próprio ódio, voraz e irascível, pela doutrina da Graça.

 

Esta lavagem cerebral se lhes toma o formato de nuances pentecostais sob égide disfarçada com piedade hipócrita (2 Tim 3.5), onde cada membro se apresenta como um tipo de profeta ainda em formação, capaz de falar com DEUS de igual para igual.

 

Acendem fogo, utilizam de luz e água, e se nada fizessem ainda não podem escapar aos próprios pensamentos pecaminosos.

 

Assim como os católicos tentam purgar seus pecados (em auxílio a Cristo e sob a regência de Maria/Diana/Ishtar), os adventistas buscam purgar seus próprios pecados se “santificando” no sabath hebdomadário judaico, sob a tutela dos ensinos “proféticos” da Sra. White. Isso tudo mesmo diante das provas de que ela plagiou suas supostas revelações de maneira vergonhosa[10] de outros escritores de sua época e anteriores, o que é conscientemente ignorado pelos seus adeptos, tão ávidos de que ela esteja com a razão.

 

Oremos, eu vos peço, oremos por tantas almas enganadas e perdidas, sem certeza de perdão e nem de salvação. Sem Cristo e julgando-se dignos de serem aprovados em um fantasioso juízo investigativo de DEUS esbravejam impropérios aos que crêem em salvação unicamente pela Graça de DEUS (Tito 3.5).

 

O objetivo deste estudo é o de pedir a todos os irmãos em Cristo (salvos por sua Graça) que estejam orando com singeleza de coração pela salvação desta e de tantas outras almas perdidas na idolatria do sabath hebdomadário judaico e que tanto carecem da Graça de CRISTO, para que cheguem ao arrependimento e à salvação conforme descrita na Bíblia, a Palavra de DEUS.

 

2. HERESIAS, PRECONCEITOS E CONTRADIÇÕES DE UMA SEGUIDORA DA SABADOLATRIA QUE, SUPOSTAMENTE, FALA COM DEUS.

 

Algumas declarações dos seguidores da religião do deus sábado, não somente são espantosas, mas terrivelmente tristes. Enchem-nos o coração de amor pelas almas perdidas. São palavras que demonstram tanto a ignorância, quanto o preconceito de mentes que foram submetidas a um processo semelhante ao da lavagem cerebral. Um processo semelhante se verifica dentro da igreja católica romana e das outras demais seitas, traduzindo sentimentos e comportamentos subseqüentes de ódio, tão distantes de DEUS quanto as doutrinas estranhas e antibíblicas que pregam.

 

Com verdadeiro desejo de que DEUS nos use para que mentes e corações sejam abertos para a veracidade da Palavra de DEUS, verifiquemos algumas destas doutrinas, confirmadas nas declarações da sabatista pela qual devemos orar, suplicando por sua salvação.

 

 

a. BATISTAS NÃO ESTUDAM PROFECIAS

 

 

“...até onde conheço a religião batista, e olhe que tenho muitos amigos nalgumas delas....sei que eles não estudam profecias...”

(sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

 

Quão triste é vermos uma pessoa com tal preconceito. O Dr Van Baalen, autor do livro “O Caos das Seitas”, afirma que uma das grandes dificuldades de se evangelizar o membro de uma seita é que: O sectário bem informado é consciente das falhas da realidade protestante e evangélica. Ele não consegue entender as várias denominações. Além disso, pensa que conhece tudo sobre a sua fé e está convencido que conhece mais acerca do que cremos do que nós mesmos.”

 

Através de declarações preconceituosas como a feita pela sabatista, vemos confirmar-se diante de nós a correta perspectiva que nos é mostrada pelo Dr Baalen. O sectário, em conhecimento algum, faz inúmeras declarações absurdas, certo de que conhece muito a respeito de tudo e de todos, sendo que nada sabe a respeito da sua própria má conduta e falsa doutrina. Enchemo-nos de misericórdia e em oração pedimos para que DEUS conduza tal alma ao calvário. 

 

Quanto preconceito e desconhecimento! Depois que fui liberto da seita do sabatismo[11], salvo pela Graça de DEUS, fui apresentado a um imenso grupo de homens de DEUS e seus tratados maravilhosos, tanto em Soterologia quando em Escatologia!

 

Do Dr Anibal Reis à John Gill. Dos livros publicados por Dave Hunt às prédicas de Spurgeon, príncipe dos pregadores. De John L. Dagg a Millard J. Erickson. De John Owen e Richard Baxter, dos puritanos aos pastores batistas ainda vivos, cujo espaço neste texto não me permite citar nome por nome, igreja local por igreja local. Todos amam, estudam, pregam e ensinam profecias em seus ministérios.

 

E tantos outros infindáveis servos de DEUS[12]. Fosse realmente um servo(a) de DEUS, o sectário(a) interessar-se-ia em pesquisar e confirmaria que os Batistas amam os estudos proféticos.  Seja humilde, pesquise e busque informações! O sabatista encontrariam um mar de riqueza doutrinária que nunca teve acesso!

 

 

A grande diferença entre os servos de DEUS e os peseudoprofetas das seitas (Mary Eddy Baker, Joseph Smith, Ellen G White, Charles T. Russel e tantos outros pentecostais do passado e da atualidade), é que estes exaltam seus escritos à Bíblia, pretendendo completa-la. Já aqueles se consomem do desejo ardente e fidedigno de alimentar o povo de DEUS com as Doutrinas Verdadeiras da Única Regra de Fé e Prática para o salvo, A Palavra de DEUS. Esta sim, plena, completa, infalível, inerrante e que não carece de complemento algum. Algo que o sectário não pode aceitar, por isso rejeita a verdade da revelação de DEUS pretendendo corrigir ao próprio DEUS, que se revelou a nós no passado e hoje somente pelas Sagradas Escrituras, através de seus “profetas” modernos.

 

Oro para que DEUS conceda humildade e arrependimento por uma atitude tão preconceituosa.

 

 

b. JESUS NÃO FOI O UNICO A GUARDAR TODA A LEI

 

"O amigo dizer que só Jesus guardou toda a Lei, está mentindo e contrariando as escrituras."

(sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

 

Quem além de Jesus Cristo pôde cumprir o padrão altíssimo e inacessível de DEUS, não pecando em nenhum pequeno ponto da Lei Moral? A Bíblia responde: Ninguém. Que grande heresia e afronta a DEUS uma declaração como esta. As seitas dizem: Nós guardamos a Lei Moral!

 

O pecador perdido e desejo de salvação, porém, se ajoelha diante de DEUS e suplica por misericórdia reconhecendo que não pode se adequar ao padrão moral estabelecido por DEUS, portanto precisa de um salvador. Por essa razão, os sabatistas falam de Cristo, mas rejeitam que Ele é suficiente salvador e acrescentam suas próprias obras para completar a auto-salvação. Crêem mesmo que podem completar a obra redentora de Cristo! Isso é cair da graça e buscar se justificar pela lei moral (Gálatas 5.4).

 

A Bíblia afirma que não há nenhum homem justo (que se enquadre no padrão moral de DEUS). Essa é a essência do Evangelho Bíblico: a incapacidade do homem e a Graça de DEUS em salvar o pecador (Mateus 19.25-26).

 

DEUS teve de enviar Seu Filho para nascer em carne, para viver a vida de perfeição (padrão moral de DEUS) que homem algum poderia jamais, veio para cumprir (realizar) todas as profecias do Velho Testamento. E isso para dar ao pecador que n’ELE crê, aquilo que somente DEUS pode conceder: perdão e vida eterna.

 

 

"Já pereceu da terra o homem piedoso, e não há entre os homens um que seja justo; todos armam ciladas para sangue; cada um caça a seu irmão com a rede," - Miquéias 7.2

 

 

 

 "«Salmo de Davi para o músico-mor» Disse o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem. O SENHOR olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus. Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há sequer um. " - Salmos 14.1-3

 

 

"Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam. " - Isaías 64:6

 

 

"Na verdade que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque. " - Eclesiastes 7:20

 

 

"Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só. " - Romanos 3.10-12

 

 

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. " - João 3.16

 

"Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem... Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado." Romanos 7.8, 24-25

 

 

Oro para que DEUS conceda humildade e verdadeiro arrependimento a estas almas perdidas, cegas por um sentimento de que podem se adequar ao inacessível padrão moral de DEUS, crendo em Jesus Cristo como Único e Suficiente Salvador.

 

 

c. PARA SER SALVO É NECESSÁRIO GUARDAR A LEI MORAL

 

 

"Todos que verdadeiramente amar a Jesus, ao seu próximo e quiser ser salvo, tem que guardar a lei de Deus."

 (sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

 

Como para o sectário é possível se adequar ao padrão moral de DEUS para completar a redenção, segue-se que para ser salvo faz-se necessário a guarda da Lei Moral. Aqui uma declaração clara do ensino de salvação pelas obras da seita: salvação condicional à guarda da Lei Moral, mas que, estranhamente, se resume apenas ao quarto mandamento. Por isso que em suas ilustrações um Jesus Cristo cabeludo aponta para as pedras da Lei, que permanece sob um facho de luz irradiando do céu, mas que recai apenas no sabath hebdomadário. Quanta idolatria! Isso é sabadolatria! Isso é salvação pelas obras! Isso é Arminianismo! Isto é totalmente contrário à doutrina bíblica da salvação pela Graça.

 

De fato, é a Lei que aponta para CRISTO, para a necessidade de um salvador, para nossa incapacidade de nos adequarmos aos padrões morais de DEUS. Quem crê que pode se enquadrar no padrão moral de DEUS, como os sabatistas erroneamente acreditam, se torna ainda mais pecador e culpado de deprimente arrogância somente igualada a dos romanistas pagãos da igreja católica em suas penitências mariolátricas.

 

Quão distante do Evangelho da Graça de DEUS estão os sectários do sabatismo. Graça é favor imerecido, algo que o homem jamais poderá merecer. O pecador arrependido recebe gratuitamente de DEUS. Essa é a essência do Evangelho Bíblico e da Graça salvífica, render-se ao sacrifício consumado por Cristo no calvário. Ele e somente Ele consumou a obra da redenção. Ao pecador perdido, resta render-se, assumir sua responsabilidade de culpa diante de DEUS (pecado, sua natureza e suas más obras), suplicando por perdão e salvação.

 

Esta é a centralidade do Evangelho: JESUS CRISTO. Sua Obra Redentora, Sua oferta de perdão, Seu sacrifício. Tudo, do Velho ao Novo Testamento aponta para a redenção. Nunca para a Lei Moral. A Lei Moral é um aio, não pode nos salvar, ela nos mostra o nosso pecado e aponta para o Calvário.

 

 

"Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado. Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.  " - Romanos 3.20 a 24 

 

"Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído." - Gálatas 5.4

 

 

"Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador; Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna. " - Tito 3.5-7

 

De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados. Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio.” – Gálatas 3.24-25 

 

Oro para que DEUS conceda humildade e verdadeiro arrependimento a esta alma perdida. Meu clamor é para que se reconheça incapaz de se adequar ao padrão moral de DEUS e reconheça que necessita de um Salvador que lhe reconcilie com DEUS, olhando para o Senhor Jesus Cristo como autor e consumador da nossa fé, abandonando seus ídolos, sejam quais forem, mesmo que tenha assumido a forma do sabath hebdomadário judaico.

 

 

d. A LEI EM GÁLATAS E EM ROMANOS NÃO SÃO PARTE DA LEI DE DEUS

 

 

"A lei citada aqui (em Gálatas e Romanos), não é a lei de Deus, mas as leis cerimoniais, a Lei de Deus é santa."

 (sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

 

Esta afirmação é bastante pregada dentro da seita. Eu mesmo, em todo o tempo que permaneci nela, ouvi muito este discurso. Segundo os sabatistas (pasmem!) o apóstolo Paulo combateu os judaizantes do primeiro século por que eles tentavam impor a continuidade da lei dos sacrifícios ritualísticos de animais. Isso traduz uma total ausência de fidelidade aos textos bíblicos, uma atroz ignorância e uma cegueira gigantesca. É Hermenêutica morta e Exegese inexistente.

        

Para um leitor honesto e atento aos ensinos Escriturísticos é muito claro que eles discutiam a necessidade dos gentios (chamados gregos, não judeus) se circuncidarem e guardarem a Lei Moral como condição de salvação. Por isso está escrito: Então alguns que tinham descido da Judéia ensinavam assim os irmãos: Se não vos circuncidardes conforme o uso de Moisés, não podeis salvar-vos.” – Atos 15.1.

        

Os sabatistas evitam certos textos e, quando o lêem, distorcem o sentido literal, claro, simples e direto. Se orassem por sabedoria e humildemente estudassem o capítulo 15 do livro de Atos, perceberiam quão absurdas as afirmações de que a discussão entre eles estava em torno da Lei Cerimonial de sacrifício de animais e não no debate sobre a Lei Moral. E caem num erro mais grosseiro ainda, pois, desprezando a circuncisão (parte essencial para a guarda da Lei Moral), pretendem que os adeptos sejam salvos pela guarda do padrão moral de DEUS.  A conclusão dos apóstolos é enfática, dirigida pelo Espírito Santo de DEUS: Por isso julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus. Mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue.” – Atos 15.19-20.

 

Quem foi verdadeiramente salvo pela Graça de DEUS, sente vergonha de ouvir uma declaração dessas, ao mesmo tempo em que se enche de misericórdia por uma alma tão engodada. Já os sabatista se enchem de ódio ao serem confrontados pela Doutrina da Graça de DEUS. Os irmãos do primeiro século se alegraram com a exortação (Atos 15.31). Nada sobre a guarda do sabath hebdomadário judaico como meio, motivo ou condição de salvação. Aliás, em todo o Novo Testamento, não existe nenhum só versículo (nenhum um sequer) que ordene aos gentios (ditos gregos, não judeus, não circuncidados) que é obrigatório a eles, portanto a nós salvos pela Graça, a guarda do sabath hebdomadário judaico. Nem como condição do Senhorio de Cristo, muito menos como motivo, meio ou condição para supostamente completarmos a salvação, que nos é dada apenas pela graça de Cristo!

 

Estão tão cegos em sua idolatria que ignoram que Paulo e os demais apóstolos eram todos judeus (por nascimento e por prática, e não eram gentios como nós) e, portanto, os textos bíblicos que se referem a eles observando o sabath hebdomadário são descritivos e não uma ordenança aos gentios. Isso nunca ocorre como condição de salvação aos gentios, como pretendem os sabatistas. O coração do salvo se enche de orações para que DEUS abra os olhos de pessoas assim, tão enganadas pelo próprio satanás.  

 

Já os adeptos da Sra. White, ardem com o ódio e com a ira. Sempre demonstrados contra os salvos e redimidos pela Graça de DEUS. Uma conversa sobre a Doutrina da Graça de DEUS, ou qualquer outro assunto, entre dois salvos, os encherá de alegria e contrição. Já para os sabatistas, ser confrontado com a verdade da Palavra de DEUS lhes causa furor, lhes exalta os ânimos, fogem do Verdadeiro e Único DEUS da Bíblia.

 

Tente o prezado leitor uma conversa bíblica com um sabatista e perceberá que em menos de 5 minutos (se durar tanto tempo assim) ele, ou ela, se abespinhará em um descontrole emocional total! São cheios de ira, pelejas, invejas, porfias, emulações, dissensões, heresias (falo com amor, em súplica a DEUS por sua salvação). Nenhuma prova de amor, nenhuma demonstração dos frutos benignos da salvação, ausências de longanimidade, benignidade, mansidão, confirmado que estão em trevas de perdição (Gálatas 5.22-23).

 

Por isso irmãos, digo que se lembrem: eles estão perdidos e teimam, pois acreditam que estão ganhando a própria salvação por meio da guarda do sabath hebdomadário judaico. Eu lhes suplico caros irmãos, que não os odeie, mas ame-os. Falem a verdade, mas em amor. Não lhes responda com o mesmo ódio que eles demonstram por nós. Ore por eles. Seja um instrumento nas mãos de DEUS, odiando o pecado, mas tendo misericórdia do pecador perdido.

 

Louvo a DEUS por todos os amados irmãos que tantas vezes tiveram a paciência e o carinho de suportar meu mau comportamento ao me pregarem o Evangelho da Graça de DEUS. Oh, como os odiava e me ardia o peito quando me falavam da Graça de DEUS (Heb. 4.12). Ah, como foi maravilhoso recordar do amor destes irmãos quando DEUS nos converteu (a mim e esposa). Pudemos lembrar de cada palavra de amor e verdade que nos disseram. Verti muitas lágrimas, já convertido, pedindo perdão a DEUS por tê-los ofendido tanto, por tê-los desprezado e me enraivecido tanto contra eles. Oh, quão perdido eu estava! Quão morto em delitos e pecados! E como estes irmãos amados regozijaram no Senhor quando Ele teve misericórdia de mim e da minha esposa e nos abriu os olhos para contemplarmos o Senhor Jesus Cristo carregando aquela cruz em nosso lugar, nos concedendo perdão e nos dando a vida eterna por Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador (João 3.16, Ef 2.8-9, João 10.27-28)!

 

 

"Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado." Romanos 7.7-8

 

 

"Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada. Pois, se nós, que procuramos ser justificados em Cristo, nós mesmos também somos achados pecadores, é porventura Cristo ministro do pecado? De maneira nenhuma. Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo transgressor. Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde." - Gálatas 2.16-21

 

 

"Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo." - Colossenses 2.16.17

 

 

“Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria. Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Ora, o fruto da justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz.” – Tiago 3.13-18

 

Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei.” – Gálatas 5.18 - 23

 

Se a guarda do sabath hebdomadário judaico fosse uma questão secundária, como eles pretendem dar a entender que seja, não ficariam tão cheios de amargor, ira e de espírito faccioso, provando pelo comportamento que nada compreendem das verdades de CRISTO.

 

Oro para que DEUS conceda a estas pessoas, que carecem tanto de salvação, humildade e verdadeiro arrependimento.

 

 

 

d. O SÁBADO E NÃO CRISTO É O ASSUNTO CENTRAL DA EPÍSTOLA AOS HEBREUS PARA OS ADVENTISTAS

 

 

 

"Nesse texto (Hebreus 4) o apóstolo deixa claríssimo que: por causa da desobediência o povo transgredia o sábado, e ele exorta para não caírem na mesma desobediência."

(sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

 

 

O contexto da Epístola aos Hebreus é o de explicar o Velho Testamento sob a luz da Revelação de que JESUS é o CRISTO, o MESSIAS, o FILHO DE DEUS em carne prometido há muito aos judeus (Hebreus).

 

O Senhor Jesus Cristo é Quem nos fala hoje pela sua Palavra (Hb 1.1). Ele é DEUS, cheio de resplendor e merecedor de toda Glória (Hb 1.2-14). Os judeus, a quem se dirige a epístola, correm o risco de negligenciar a DEUS ao rejeitarem a Jesus como Seu Messias tão aguardado, como os demais já fizeram (João 1.11-12; Heb 2).

 

O Senhor Jesus Cristo é maior que os anjos[13] e mesmo maior que Moisés (Hb 1.13-14; 3). Ele é o cessar da obra de DEUS para salvação, o sabath (cessar) de todo aquele que n’Ele crê e confia como Único e Suficiente Salvador. É o Senhor Jesus Cristo que é o verdadeiro descanso de todos aqueles que o aceitam e o adoram (Hb 4). Ele, e só Ele é o assunto principal aqui. Nada lhe toma a dianteira, nada lhe substitui. De fato, assim como Jesus Cristo é o assunto principal da Bíblia, o seu tema central, de capa a capa, Ele também O é na Epístola aos Hebreus.

 

A maravilhosa Epístola aos Hebreus nos mostra no Capítulo 4 que, assim como o sabath hebdomadário era uma sombra (Col 2.16-17) as Sagradas Escrituras exortam os leitores judeus a não serem rebeldes, negando aceitarem a JESUS como Salvador, como o CRISTO, como o MESSIAS prometido, usando a figura (sombra) da rebeldia dos hebreus do Velho Testamento, descansando n’Ele, e somente n’Ele, para receberem a vida eterna (João 2.16).

 

Insipientemente aqui, para os sabatistas, Jesus Cristo é novamente substituído pela adoração ao sabath hebdomadário. Incongruência absurda, pois os judeus, a quem se dirige a epístola, já praticavam a guarda do sabath hebdomadário por um simples motivo: eram judeus, por nascimento e prática! Como, pois, poderia ser uma exortação para que fizessem o que já praticavam?

 

Assim, com a interpretação tosca do sabatismo sobre o capítulo 4 da epístola aos Hebreus, todo o significado fica perdido nas trevas de perdição que a seita se encontra. O texto de modo algum fala da rejeição (ou obrigatoriedade) do sabath hebdomadário, ou da perda de salvação àqueles que se negam a guardar o sabath hebdomadário, mas sim da necessidade de reconhecerem JESUS CRISTO como Único e Suficiente Salvador.

 

O capítulo faz uso da explicação do significado da sombra (Col. 2.16).  Assim como os judeus descansavam no sabath hebdomadário, o pecador arrependido descansa em CRISTO, e descansa de suas próprias obras para salvação, pois ELE é o Salvador. O salvo descansa no que CRISTO realizou e compreende que mais nada necessita ser feito para redimi-lo, pois CRISTO consumou a obra da redenção (João 19.30). Assim (e somente assim) o pecador tem entrada na vida eterna, pois o Senhor Jesus Cristo é a Verdade e não o sabath hebdomadário e a Sra. White, como pretendem os sabatistas (João 14.6).

 

Os sabatistas esforçam-se em guardar o sabath hebdomadário pois crêem, pelo ensinos da Sara White, que o sacrifício de CRISTO foi incompleto e que, DEUS completará a obra de redenção através do santuário celestial, do juízo investigativo e do aniquilamento do diabo e de seus anjos. Por isso os mortos estão inconscientes no sono da alma! DEUS é um escravo das circunstâncias para o sabatismo e não pode nem salvar e nem condenar ninguém ainda, até que se cumpra o juízo investigativo. Este não é o DEUS da Bíblia e nem o CRISTO da Bíblia![14]

 

O pecador perdido (morto em delitos e pecados) é incapaz de aceitar a oferta de perdão de DEUS por vontade própria[15], pois ela está subjugada pelo pecado (escravizada, dominada, tomada em correntes inquebrantáveis - João 5:40; 8.34; Romanos 6.16). O homem perdido é um idólatra por natureza, formação e vontade: a própria nação e as tradições (no caso dos judeus), o próprio ego (auto idolatria dos ateus), “Maria” e os santos (dos romanistas católicos), o sabath hebdomadário (dos adventistas) e tantos outros ídolos se interpõem ante seu coração domado e escravizado pelo pecado, morto em delitos e pecados (Ef 2.1-9).

 

O erro da sabadolatria é não aceitar, rejeitar e mesmo odiar o contexto correto, ou seja, se indispõem totalmente em ler e receber com humildade e contrição que o assunto central de toda discussão é provar e demonstrar que JESUS CRISTO é o Salvador, não a guarda da Lei Moral.

 

As Sagradas Escrituras, na Epístola aos Hebreus, provam e demonstram mais uma vez o cumprimento das promessas de DEUS e a excelência da obra redentora de CRISTO. Suficiente para salvar aos que clamam por Ele.

 

"Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram;" - Hebreus 2:3

 

E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.” – Atos 16.31

 

“A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” – Romanos 10.9

 

“Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” – João 3.18

 

“Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também.” – Atos 15.11

 

“Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; Para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.” – Romanos 5.20-21

 

Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.” – João 3.36

 

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.” – João 20.28

 

“E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” – João 17.3

 

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” – Romanos 6.23

 

“E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho.” – I João 5.11

 

“Estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus.” – I João 5.13

 

Oro para que DEUS conceda a muitos seguidores da sabadolatria a salvação pela Graça de DEUS na pessoa do Senhor JESUS CRISTO. E, assim como eu, sejam libertos da escuridão das trevas de perdição em que se encontram.

 

 

 

e. O SELO DE DEUS É O SABATH HEBDOMADÁRIO

 

"Deus diz que o sábado é o seu sinal entre Deus e seu povo, porém tem muitas pessoas que não querem ser o povo de Deus[16], nem tão pouco ter o seu sinal."

 (sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

Quando DEUS estabeleceu um sinal pra diferenciar Israel diante de todas as outras nações pagãs (Velho Testamento), deu o sabath ao povo de Israel (e só a eles).

 

 

"Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o SENHOR, que vos santifica." - Êxodo 31.13

 

"Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito, e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido; por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado. " - Deuteronômio 5.25

 

"Tu és o SENHOR, o Deus, que elegeste a Abrão, e o tiraste de Ur dos caldeus, e lhe puseste por nome Abraão.  E achaste o seu coração fiel perante ti, e fizeste com ele a aliança, de que darias à sua descendência a terra dos cananeus, dos heteus, dos amorreus, dos perizeus, dos jebuseus e dos girgaseus; e confirmaste as tuas palavras, porquanto és justo. E viste a aflição de nossos pais no Egito, e ouviste o seu clamor junto ao Mar Vermelho. E mostraste sinais e prodígios a Faraó, e a todos os seus servos, e a todo o povo da sua terra, porque soubeste que soberbamente os trataram; e assim adquiriste para ti nome, como hoje se vê. E o mar fendeste perante eles, e passaram pelo meio do mar, em seco; e lançaste os seus perseguidores nas profundezas, como uma pedra nas águas violentas. E guiaste-os de dia por uma coluna de nuvem, e de noite por uma coluna de fogo, para lhes iluminar o caminho por onde haviam de ir. E sobre o monte Sinai desceste, e dos céus falaste com eles, e deste-lhes juízos retos e leis verdadeiras, estatutos e mandamentos bons. E o teu santo sábado lhes fizeste conhecer; e preceitos, estatutos e lei lhes mandaste pelo ministério de Moisés, teu servo. " - Neemias 9.1-14

 

 

O selo de DEUS (que confirma a salvação), nos pecadores arrependidos e salvos não é o sabath hebdomadário (nunca foi), mas o Espírito Santo de DEUS, concedido ao pecador no momento da salvação. 

 

"Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa." - Efésios 1.13 

 

"E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. "- Efésios 4.30

 

 

Oro para que DEUS conceda a esta pessoa tão perdida a salvação pela Graça de DEUS na pessoa do Senhor JESUS CRISTO.

 

 

f. A LEI DE DEUS VERDADEIRAS SÃO APENAS AS TÁBUAS DOS DEZ MANDAMENTOS

 

 

"O que muitos não querem aceitar é que existem dois tipos de leis na Bíblia: As leis dos homens; leis cerimoniais, feitas de ordenanças, ritos judaicos: festas de lua nova, sábados anuais, matanças de cordeiros e etc. ver Êxodo, Levítico, Deuteronômio – escrita por Moisés, em um livro; nela estava também a circuncisão. E a Lei de Deus, os dez mandamentos,  inscritos pelo dedo de Deus, em pedra e entregue a Moisés para ler para o povo; na Lei de Deus está o sábado, sétimo dia, dia que Deus instituiu como santo na criação do mundo, Gen 2:3."

 (sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

 

Nem quando eu era adepto da seita eu ouvi uma afirmação tão estranha quanto esta! Toda a LEI escrita no Pentateuco constitui a LEI DE DEUS. Isto foi reconhecido pelo próprio Senhor JESUS CRISTO. Uma afirmação desta constitui um dos maiores absurdos que o culto sectário poderia ensinar e defender!

 

 

E o teu santo sábado lhes fizeste conhecer; e preceitos, estatutos e lei lhes mandaste pelo ministério de Moisés, teu servo. " - Neemias 9.14

 

"E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram a Jerusalém, para o apresentarem ao Senhor. (Segundo o que está escrito na lei do Senhor: Todo o macho primogênito será consagrado ao Senhor); E para darem a oferta segundo o disposto na lei do Senhor: Um par de rolas ou dois pombinhos. " - Lucas 2.22-23 

 

"E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos." - Lucas 24.44

 

Oremos pela salvação de almas tão perdidas em seus pecados e ignorâncias.

 

 f. JESUS ESTAVA MENTINDO EM LUCAS 16, POIS QUANDO ALGUÉM MORRE NÃO VAI PARA A PRESENÇA DE DEUS NO CÉU (SALVOS) E NEM PARA O INFERNO (PERDIDOS)

 

 

“Parábola, ou comparação, não muda nada... deve acreditar que Jesus citava uma história de um acontecimento real e com isso que as pessoas quando morrem uns vão para o céu outros para o inferno, e outros pro purgatório, será? Não são os católicos que crêem assim?”

 (sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

Mais uma vez, voltemos a explicar. Em parábolas os judeus não mencionavam nomes próprios. Ao fazê-lo deixava de ser apenas uma parábola e se tornava uma história real. Este detalhe é importante e não pode ser negligenciado. O purgatório nunca foi mencionado pelo Senhor Jesus Cristo e por nenhum profeta ou apóstolo em nenhum livro da Bíblia! O inferno sim! Mencionar esta heresia católica serve apenas como sofisma para conduzir ao erro e confundir o assunto.

 

Em Lucas 16, o Senhor Jesus Cristo menciona dois nomes próprios, Abraão e Lázaro. Portanto, só temo duas alternativas: Ou o Senhor Jesus Cristo conta uma história real...ou...O Senhor Jesus Cristo estava mentindo!

 

Entendamos por que os sabatistas desprezam esse texto, distorcendo o sentido. Um grande e grave problema é causado pela doutrina do juízo investigativo dos sabatistas. O deus do sabatismo, realizador do juízo investigativo, precisa de tempo para realizar tal juízo.

 

Um erro leva a outro erro, um “abismo a outro abismo” (Salmos 42.7), uma falsa doutrina a outra falsa doutrina. A seita assume uma visão holística da existência humana. Não crê na tricotomia (I Tess. 5.23). Esta grande façanha, motivada por cegueira às verdades da Palavra de DEUS, leva á doutrina do “sono da alma”. Confusos, mesclam em seus preconceitos o erro próprio com o erro alheio.

 

A Bíblia nunca fala de um suposto “sono da alma” e sim do sono do corpo. A matéria inerte (corpo) se desfaz sem vida. Mas os corpos serão devolvidos na ressurreição. O corpo se desfaz, mas a alma parte para a eternidade e por conta disso o Senhor voltará para devolver os corpos aos mortos. A isso, chamamos de ressurreição. Por esse motivo não cremamos os corpos como os hindus, budistas e místicos pagãos, pois eles acreditam em reencarnação e não em ressurreição.

 

Por isso os sabatistas entendem erroneamente o “para sempre”, o “que nunca se apaga” e o “pelos séculos dos séculos” por aniquilação, virando cinza, não eterno, se apagando.

 

Então eles, conscientemente, ignoram as advertências de DEUS (o Senhor Jesus Cristo falou mais sobre o inferno do que sobre o céu) e pervertem os textos que falam claramente do céu (almas na presença de DEUS) e do inferno e do lago de fogo, local onde DEUS está ausente. E onde DEUS está ausente por completo (Sua Graça, Sua Bondade, Sua Misericórdia), só pode haver dor e sofrimento.

 

Os sabatistas então “rasgam” e jogam no lixo a única e verdadeira revelação de DEUS: A Bíblia! “Coam o mosquito e engolem o camelo”, mais uma vez!

 

“E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado. E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.” – Lucas 16:22-24

 

 

“E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?” - Apocalipse 6:9-10

“Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor. Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne. “ - Filipenses 1:23-24;

 

“E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde ESTÁ a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão ATORMENTADOS para todo o SEMPRE. E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.” - Apocalipse 20:10-13

 

 

” E se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno, Onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga.” - Marcos 9:47-48


”E a fumaça do seu TORMENTO sobe
para todo o SEMPRE; e NÃO TÊM REPOUSO nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome.”- Apocalipse 14:11


“Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. E por isso também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu; Se, todavia, estando vestidos, não formos achados nus. Porque também nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos carregados; não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida. Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito. Por isso estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor  (Porque andamos por fé, e não por vista). Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor.” - 2 Coríntios 5:1-8.


”E eis que lhes
apareceram Moisés e Elias, falando com ele.” - Mateus 17:3. [Moisés morrera, mas ei-lo falando com Cristo!]


”E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que
hoje estarás comigo no Paraíso.” - Lucas 23:43



” Então se estendeu sobre o menino três vezes, e clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, rogo-te que a alma deste menino torne a entrar nele. 22 E o SENHOR ouviu a voz de Elias;
e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu.” - 1 Reis 17:21-22


”Guiar-me-ás com o teu conselho, e depois me receberás na glória.” - Salmos 73:24

 

 [Receber é saudar, dar as boas vindas, confortar, ter comunhão, etc. Não é receber alguém anestesiado, desacordado.E rejeitando os ensinos do Senhor Jesus Cristo, fazem dele um mentiroso.]

 

Crer, conforme diz as Sagradas Escrituras, é calar-se e dobrar-se em humildade ao que Deus nos revelou. Isso sim, é sinal de salvação em um pecador perdido. Oremos para que esta seja a atitude de muitas almas perdidas no sabatismo e que, arrependendo-se creiam no Senhor Jesus CRISTO para salvação eterna.

 

 

 f. O ARREBATAMENTO É MENTIRA E OS SABATISTAS QUEREM FICAR NO MUNDO PARA A GRANDE TRIBULAÇÃO

 

“...a IASD prega que a igreja passará por grande tribulação, ao contrario de algumas denominações, batistas, por exemplo, que pregam que serão arrebatados antes de vir a tribulação....sim a IASD  ... prega que não haverá arrebatamento, antes da vinda de Jesus, nem tão pouco secreto...Arrebatamento secreto é fantasia de quem não lê  toda a Bíblia, se apega em alguns versículos isolados para desgraça deles.”

 

 (sabatista que supostamente, fala com DEUS)

 

 

Aqui, mais uma vez, o sabatismo cai em um “abismo” ao vir de outro “abismo” (falsas doutrinas). Por acreditar ser o substituto de Israel, o movimento sabatista acaba rejeitando (e não desejando) doutrinas escatológicas bíblicas: a doutrina do Arrebatamento; a Tribulação não é para os judeus, mas para eles mesmos; O tempo das bodas do cordeiro; o Tribunal de Cristo; a literalidade do Milênio quando CRISTO estará reinando na terra.

 

O sabatismo utiliza das interpretações confusas da Sra. White que, movida por uma profunda mentalidade mística (por certo a pedrada que levou na cabeça a fazia delirar vez ou outra).

 

Sem entrar em muitos detalhes escatológicos para não estender-nos além do necessário, faremos apenas um simples comentário do que é desprezado pelos sabatistas.

 

Há duas provas simples, diretas e incontestáveis que o arrebatamento não é nem uma mentira e nem antibíbica, constituindo uma esperança para os salvos vivos. Este ato de DEUS é bíblico e, em breve, se repetirá. Arrebatamento não é novidade na Bíblia, pois já aconteceu antes! Aqueles que lêem toda a Bíblia e a aceitam como Palavra de DEUS, lembrarão.

 

O primeiro caso foi o de Enoque:

 

 

“E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.” – Gênesis 5.24

 

 

O segundo caso foi o de Elias:

 

“E sucedeu que, indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho.” – II Reis 2.11

 

Não foram estes dois fatos arrebatamentos de pessoas vivas? È antibíblico e devem ser rasgados estes textos da Bíblia? Dois homens vivos foram arrebatados ao céu em vida! Isto não somente prova o que DEUS pode e é capaz de realizar, mas nos dá um alerta divino.

 

“Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” – I Tess 4.17

 

Quanto à afirmação de ser para desgraça dos salvos aguardar que CRISTO nos leve para os céus eu creio que por si só demonstra o quão longe de CRISTO esta seita, que enlaça as almas perdidas,  se encontra. Esta bendita esperança é real e para que, nos sete anos da Grande Tribulação estejamos no Tribunal de CRISTO e nas Bodas do Cordeiro (quem lê o apocalipse entenda), DEUS prometeu livrar os salvos do tempo da sua ira (Rom 5.9; 11.25).

 

Os sabatistas desejam ardentemente passar pela Grande Tribulação pois ela é, no entendimento deles, a purgação “semi-final” de seus pecados. O que se acomodaria às “quarta-de-final” de um campeonato de futebol, por exemplo, para que possamos entender melhor. Na verdade, para os sabatistas, a expiação final só se completará para eles quando os pecados recaírem sobre Satanás e o diabo por este ato terminar de redimir os que forem aprovados no Juízo Investigativo. Por isso eles identificam o bode emissário com Lúcifer. Isso sim é Bíblico? Satanás co-redentor?

 

O purgatório dos sabatistas acontecerá para eles no período da Grande Tribulação, onde somente os que forem fiéis ao sabath hebdomadário serão aprovados. São as doutrinas dos delírios de uma mulher doente, enferma e perdida, sem CRISTO!

 

E é assim, confundido a Coroa da Vida com a própria Vida, que eles perseveram em odiar a Palavra de DEUS tal qual ela é. E zombando da Doutrina da Salvação pela Graça, estribam-se em doutrinas tanto heréticas quanto demoníacas.

 

3. CONCLUSÂO

 

Há muitas outras frases desdenhosas, preconceituosas, ofensivas e cheias de ignorância no texto dirigido contra a Palavra de DEUS e contra os salvos pela graça de CRISTO, unicamente pela fé, sem as obras da lei moral. Mas creio que sejam os comentários destacados suficientes para retratarmos o quão longe da Graça estão os sabatistas.

 

Recebo muitos e-mails dos que são membros da seita: ameaças, palavras de baixo calão, frases cheias de ódio e arrogância, tristes provas de ausência de amor espiritual. Como disse antes, estes frutos da carne são demonstrações de quão perdidos em delitos e pecados os sabatistas se encontram. Não os odeio, eu os amo! E oro continuamente pela salvação deles. No entanto, devemos falar a verdade em amor: O deus dos sabatistas não é o Senhor Jesus Cristo, é o sábado! É ao sábado que se devotam, a que se apegam para permanecerem salvos, para que sejam aprovados em um suposto complemento da obra redentora. É pelo sábado que lutarão. É ao sábado que defendem. É a religião do sábado, não de CRISTO. É a religião da sabadolatria!

 

Oro para que, assim como DEUS me abriu os olhos para o calvário, Ele também o faça na vida de todos aqueles que, dentro do sabatismo, estão angustiados e conscientes que, por mais que se esforcem estão condenados diante de DEUS.

 

E assim, convencidos da própria incapacidade e condenação eterna, olhem para CRISTO, autor e consumador da obra da Redenção. Assim fazendo, em humilde arrependimento e de joelhos, clamem a DEUS que os salve e rendam-se à oferta de perdão de DEUS, que concede vida eterna a todos aqueles que crêem em CRISTO, como único e Suficiente Salvador. Este é o mandamento de DEUS do qual fala João em sua epístola, que novamente em erro os sabatistas entendem como sendo o sabath hebdomadário, isolando e distorcendo outro texto.

 

Não escrevo com ódio, mágoa ou rancor, mas em contrição e de espírito desejoso de que, assim como o Senhor teve misericórdia de minha alma, também estenda esta misericórdia a todos os que estão perdidos e confusos, numa seita tão desastrosamente envolvida com tantas e tão hediondas heresias.

 

Naquela manhã (da minha conversão), eu vi CRISTO (pela fé) carregando a Cruz em meu lugar e eu pude perceber o peso da Lei caindo dos meus ombros e sendo colocado sobre o meu amado mestre. Ele foi feito pecado por mim (2 Cor 5.21). Em lágrimas me ajoelhei e O aceitei como Único e Suficiente Salvador (Rm 10.13; Atos 16.31). DEUS me deu vida eterna e me livrou da maldição da Lei Moral (Gálatas 3.13).

 

E hoje posso servir a DEUS em liberdade (Rm 5.15, 6.15), não no pecado e me rendendo a ELE todos os dias (Mat 16.24), pois morrerei pecador, mesmo tendo sido salvo por ELE (João 3.16, 10:27-28; I João 5.13 – verbo sempre no presente: ter, tendes, dou-lhes ..imediato e não condicional a qualquer obra humana).

 

Isto é Graça Salvífica! Este é o verdadeiro amor de DEUS!  Por isso CRISTO é o centro da nossa fé (Judas 3) o alicerce, o fundamento (I Cor 3.11).  Amigo(a) sabatista, há saída pra você. Corra para CRISTO!

 

A ELE, pois seja toda Honra e Glória e Louvor, pelos séculos dos séculos. Amém.

 

“E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.” – I João 3.23

 

 

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;” – Efésios 2.8-9  

 

 

Pr Miguel Ângelo Luiz Maciel

(ex-adventista, salvo pela graça de DEUS – Ef 2.8-9)

Set., 2012. Rev 00.

 

 



[1] O sentido da frase “Falando com Deus”, não é o de uma simples oração, mas da postura de profeta, mesma reivindicação dos pentecostais. O movimento adventista é pentecostal, por doutrina e por postura.

[2] No texto, amargo, publicado pela sabatista em seu blog, a mesma argumenta como se houvesse enviado uma correspondência diretamente a mim. O que de fato não ocorreu sendo, portanto, uma indução ao erro, ficando constituindo fraude ou mentira. Por várias vezes  enviei mensagem para a autora, solicitando que entrasse em contato comigo, a fim de que eu pudesse esclarecer-lhe alguma dúvida sobre o texto, até agradecendo por ela ter divulgado nosso trabalho. Como ela se recusou a responder, envio o presente texto.

[3] È perceptível, várias vezes, que a autora do texto não leu o artigo que critica com cuidado e critério, pesquisa e contrição. A postura dela é tão preconceituosa quanto de consciente desejo de permanecer na ignorância e no erro atitude, porém, comum a pessoas não redimidas.

 

[4] Este horrível culto cananeu revivido no catolicismo romano foi um contínuo e reincidente problema para o povo Hebreu do Antigo Testamento - ver Jer 7.18; 44:17-25

 

[5] Este pensamento se repete em todas as outras seitas, do catolicismo romano ao neopentecostalismo pós-moderno. Daí a razão de todas as seitas serem anti-semitas.

 

[6] Na Bíblia somente são identificados quatro reinos terrestres (Daniel Capítulos 2 e 7)  e nunca um quinto reino é mencionado, com seria o caso se os Estados Unidos compusessem alguma profecia Bíblica, o que de fato não ocorre. O poder político-religioso que se levantará, sob os austeros governos do anticristo com auxílio do falso profeta (ambos pessoas reais), é identificado biblicamente como ressurgimento do poder medieval de Roma, na tentativa de estabelecer um reino unificado e terrestre, tendo no diabo o deus a ser adorado. Para que isso aconteça, os Estados Unidos deverão quebrar (o que ocorrerá em breve), numa repetição do que ocorreu em 1929 e ocasionou o surgimento de um líder político-religioso na Europa que tentou estabelecer um 3.º Reich de mil anos, Adolf Hitler, conhecido como o “quase anticritso”. DEUS foi tão misericordioso com a humanidade que, além de Sua Palavra escrita, permitiu uma “sombra”, um exemplo em miniatura, do que em breve ocorrerá no mundo.

 

[7] As semelhanças com o profeta Joseph Smith, do Mormonismo, e seu anjo Moroni são impressionantes.

 

[8]Ele [o Jesus da Sra. White] veio para demonstrar a todos os mundos [outros planetas não caídos segundo a Sra. White] que a Lei de Deus [que, segundo as revelações da Sra. White existia antes da criação do mundo] é imutável...A lei de Deus será honrada [na consumação dos tempo]...”- trecho do livro A Grande Esperança de Ellen G White, Casa Publicadora Brasileira. Sp, 2011.

 

[9] Durante sua argumentação fantasiosa, a sabatista várias vezes faz uso desse comentário tal qual uma “infusão de ignorância no mingau” em que sua mente foi lavada pela seita. È semelhante ao “Vá reclamar com o bispo!” dos católicos.

 

[10] Ver: REA, Walter. Livro The White Lie (A Mentira Branca), disponível na internet.

 

[11] Enquanto eu permaneci adepto da seita, eu também cria que a seita era irrefutável e todos os demais eram ignorantes da “verdade do sábado”, principalmente os batistas.

 

[12] No site HAJA LUZ há arquivos de um grande homem de DEUS que levou 3 anos explicando versículo por versículo o Apocalipse em sua igreja local, Pr Jonas Xavier Pessoa – recomendo a leitura dos textos.

 

[13] Para os testemunhas de jeová e para os sabatistas, Jesus é na verdade o arcanjo Miguel, portanto criatura e não DEUS Todo-poderoso em carne.

 

[14] O JESUS da Sra. White é um tipo de padre católico romano, que permanece no santuário celestial oferecendo incenso diante de DEUS pela salvação alma dos homens, esperando que estes obedeçam por vontade própria sua lei moral para que possam ser salvos!

 

[15] O suposto “livre arbítrio” é depravado, corrompido pela sua natureza e permanece escravo do pecado.

 

[16] Uma das características comuns a todas as seitas é a ideia de que sua denominação é a continuidade ou substituição de Israel e de seus descendentes. Isso acontece e é doutrina defendida na igreja católica romana, nos neopentecostais, entre as testemunhas de jeová, nos mórmons e também entre os adventistas.

topo