Translate this Page
Pesquisa
Qual a sua afiliação religiosa?
Católico
Evangélico
Adventista
Fundamentalista
Outro
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (660 votos)




ONLINE
2




Partilhe este Site...



Total de visitas: 335794
Pretribulacionismo e Premilenismo
Pretribulacionismo e Premilenismo

DISTINTIVOS BATISTAS FUNDAMENTALISTAS

 

 

ECLESIOLOGIA 16º DISTINTIVO: O Retorno Pretribulacional e Premilenista de CRISTO.

 

 

1. Conceito Teológico

 

 

Cremos na Vinda de Jesus Cristo uma Segunda vez para este mundo. Teologicamente nossa posição é dupla em função do tempo:

 

a. Premilenista: porque Jesus virá antes de instaurar o Seu Reino Milenar aqui na terra, como Messias triunfante e glorioso;

 

b. Pretribulacionista:  porque Ele também virá repentinamente antes da Grande Tribulação, período de sete (07) anos, correspondente à Septuagésima Semana de Daniel (9:27), para arrebatar a Sua Igreja militante (salvos vivos) e ressuscitar a Sua Igreja triunfante (salvos, “...os que dormem...”), no que Ele declarou ser a “consumação dos séculos”.

 

 

O tempo no qual vivemos agora corresponde ao que Jesus chamou de “O Princípio das Dores” pois os sinais apontados por Ele, estão em claro e irrefutável processo de cumprimento profético e dizem respeito à futura Restauração do reino a Israel. Cremos, conforme Moisés e o profeta Daniel, que se a Grande Tribulação é o “Tempo de Angústia para Jacó”, quando Israel deverá sofrer intensamente uma última vez, não há nenhum sentido da Igreja continuar sobre a terra.

 

A profecia do Apocalipse e o ensino Paulino concordam a respeito. Enquanto a Vinda de Cristo para arrebatar/ressuscitar Sua Igreja é iminente (pois ocorrerá enquanto a vida e a ordem atual continuam em seu curso natural), a Sua Volta Gloriosa, sete anos depois, com a Igreja (“....com os seus santos...”) está cronologicamente situada dentro dos eventos escatológicos desse tempo futuro.

 

Cremos que Jesus, visível e gloriosamente, reinará com Sua Igreja na terra (e no céu), durante o Milênio, ao final do que haverá ligeira rebelião satânica (Gogue e Magogue) esmagada pelo Cordeiro, seguindo-se o Juízo Final do Grande Trono Branco. Aqui os perdidos serão sentenciados a Lago de Fogo juntamente com a morte e o inferno. Finalmente estabelece-se o Lar Eterno da Jerusalém Celestial de todos os remidos em Cristo, comprados de todo povo, tribo, nação e língua deste mundo. Maranata!

 

 

2. Textos-Chaves

 

. Is 9.6-7; 11.1-16; 12.1-6; Dan. 9.23-27, Mat. 24 e 25; Atos 1.6-11; I Cor. 15.20-58; I Tes. 4.13-18; 5.1-11; 2 Ped. 3.1-16, 18 e Toda Profecia de Apocalipse.

 

 

3. História

 

. No séc. III, Orígenes estruturou uma doutrina à qual denominou ‘apokatástasis’. Dizia que “uma vez voltarão a DEUS, por meio de um processo de purificação, todas as almas”. Esta idéia de ‘Salvação Universal’ sempre atraiu e inquietou muitos teólogos aparecendo frequentemente na história. Mesmo teólogos como F. D. Maurice e Karl Barth apesar de inclinados, recusaram admitir esta “conclusão lógica”, em virtude da clara esperança bíblica (eterna) para os salvos, em contraposição à clara condenação eterna dos perdidos.

 

. O Reino terreno e milenar de CRISTO foi entendido de uma maneira literal por vários dos chamados pais da Igreja (exceto Agostinho e alguns outros), e por diversos indivíduos e grupos recentes nos séculos XIX e XX.

 

. Os Reformadores, entretanto não formularam precisamente uma doutrina de Escatologia, dado que tiveram de lutar com a questão da salvação e dos Fundamentos do Evangelho, como fonte ímpar de Revelação divina genuína. Na verdade até negaram e condenaram o Milenismo, interpretando-o alegoricamente (não há outro recurso como uma “idéia judaica”). Sempre o associaram com a necessidade de Israel voltar para a sua terra e restabelecer-se, o que era então uma utopia.

 

 

4. Divergência Denominacional / Herética

 

 

. Dos Reformadores em geral (Presbiterianos, Luteranos, etc.) por defenderem o Amilenismo (existem exceções).

 

. Da Igreja Católica Romana pelo seu disfarçado posmilenismo, crêem que a Igreja se implantará e se ramificará triunfalmente como um grande império eclesiástico mundial sem oposição e opositores.

 

. De um grande grupo de pastores e Igrejas da Convenção Batista Brasileira, confessadamente amilenistas.

 

. Dos grupos e seitas que tentam datar a volta de CRISTO como os Adventistas (Miller), Russelitas (Testemunhas de Jeová – Russel) e outros extremistas (pentecostais, etc).

 

. Dos movimentos Neopetencostais e Carismáticos que abertamente adotaram o Triunfalismo da Igreja Católica Romana.

topo